Bolsas da China se recuperam com expectativa de fluxo de entrada

Índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 1,11 por cento

Xangai / Sydney – As blue-chips da China encerraram nesta quarta-feira série de três dias de perdas, impulsionadas por um documento do gabinete do país promovendo o uso do dinheiro de pensões nos mercados de capital.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 1,11 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,76 por cento.

O índice que acompanha as 50 blue-chips mais representativas em Xangai apresentou avanço de 1,5 por cento.

Os fundos de pensão comerciais estão sendo encorajados a investir em ações, títulos e fundos, buscando fornecer suporte estável de longo prazo para o desenvolvimento saudável dos mercados de capital, mostrou um documento do gabinete da China datado de 4 de julho.

A expectativa é de que isso leve mais fundos de longo prazo ao mercado acionário, beneficiando as blue-chips, favorecidas por investidores institucionais que buscam fundamentos sólidos.

O restante dos mercados da região também apresentou ganhos, com os investidores apostando que a recente tensão na península coreana perderá força como tantas outras.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha ganhos de 0,24 por cento às 7:28 (horário de Brasília), recuperando parte da perda vista na terça-feira, quando a Coreia do Norte disparou um míssil em águas japonesas.

. Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 0,25 por cento, a 20.081 pontos.

. Em Hong Kong, o índice HANG SENG subiu 0,52 por cento, a 25.521 pontos.

. Em Xangai, o índice SSEC ganhou 0,76 por cento, a 3.207 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 1,11 por cento, a 3.660 pontos.

. Em Seul, o índice KOSPI teve valorização de 0,33 por cento, a 2.388 pontos.

. Em Taiwan, o índice TAIEX registrou alta de 0,55 por cento, a 10.404 pontos.

. Em Cingapura, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 1,17 por cento, a 3.248 pontos.

. Em Sydney o índice S&P/ASX 200 recuou 0,36 por cento, a 5.763 pontos.