Bolsas da China fecham em alta com ganhos em recursos básicos

Índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,01 por cento

Xangai / Cingapura – Os mercados acionários da China avançaram nesta quinta-feira, ajudados por fortes ganhos nas empresas de recursos básicos diante das expectativas de lucros robustos de meio de ano.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,01 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,17 por cento.

O banco central da China deixou de fazer operações de mercado aberto pelo 10º dia seguido nesta terça-feira, citando níveis de liquidez “relativamente altos” no sistema bancário.

Os papéis de recursos básicos tiveram o melhor desempenho, sustentados por expectativas de rentabilidade melhor em meio à recuperação da indústria e ao dólar mais fraco, com muitos começando a divulgar projeções otimistas para o desempenho de meio de ano.

O índice que acompanha as principais ações de materiais básicos fecharam na máxima de três meses, e caminham para a quinta semana consecutiva de ganhos.

No restante da região os mercados recuaram, após a ata da última reunião do banco central dos Estados Unidos ter mostrado falta de consenso sobre o ritmo futuro de altas de juros no país.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha queda de 0,15 por cento às 7:07 (horário de Brasília). Já o índice japonês Nikkei caiu 0,44 por cento uma vez que o iene mais forte prejudicou o cenário as exportações.

. Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,44 por cento, a 19.994 pontos.

. Em Hong Kong, o índice HANG SENG caiu 0,22 por cento, a 25.465 pontos.

. Em Xangai, o índice SSEC ganhou 0,17 por cento, a 3.212 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,01 por cento, a 3.660 pontos.

. Em Seul, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,02 por cento, a 2.387 pontos.

. Em Taiwan, o índice TAIEX registrou baixa de 0,35 por cento, a 10.368 pontos.

. Em Cingapura, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,69 por cento, a 3.226 pontos.

. Em Sydney o índice S&P/ASX 200 recuou 0,08 por cento, a 5.758 pontos.