Dólar R$ 3,28 0,39%
Euro R$ 3,67 -0,04%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 0,95% 63.257 pts
Pontos 63.257
Variação 0,95%
Maior Alta 5,04% SMLE3
Maior Baixa -3,99% MRFG3
Última atualização 24/05/2017 - 17:20 FONTE

Bolsas chinesas recuam com mercado digerindo indicadores

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,016 por cento

Xangai / Sydney – Os mercados chineses tiveram leves quedas nesta quinta-feira, com os investidores lidando com dados mistos que mostraram resultados comerciais melhores do que o esperado em novembro, mas uma queda acentuada das reservas cambiais.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,016 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,2 por cento.

O apetite por risco dos investidores foi reduzido depois que dados na quarta-feira mostraram que as reservas cambiais da China caíram quase 70 bilhões de dólares no mês passado, para o nível mais baixo em quase seis anos, enquanto o banco central luta para sustentar o valor do iuan.

No entanto, dados comerciais inesperadamente fortes nesta quinta-feira proporcionam algum alívio. As exportações chinesas de novembro cresceram 0,1 por cento ante o ano anterior, enquanto as importações se elevaram 6,7 por cento, em função da forte demanda por commodities, que vão desde o carvão até o minério de ferro.

O índice regional MSCI atingiu a máxima de um mês nesta quinta-feira, depois que Wall Street teve outro recorde, enquanto os títulos tiveram alta em apostas que o Banco Central Europeu estenderia sua campanha de estímulo em uma reunião de política monetária nesta quinta-feira.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, avançava 1,36 por cento às 7:19. Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 1,45 por cento, a 18.765 pontos.