Bolsa de Xangai encerra semana em alta com alívio sobre regulação

Índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,16 por cento

Xangai / Cingapura – Os mercados acionários da China tiveram pouca variação nesta sexta-feira mas encerraram a semana em alta, com o índice de Xangai interrompendo sequência de cinco semanas consecutivas de quedas durante da tranquilização com declarações sobre regulamentações e com a injeção pelo banco central compensando as preocupações com o crescimento econômico.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,16 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,03 por cento.

Na semana, o CSI300 ganhou 0,5 por cento, enquanto o SSEC avançou 0,2 por cento.

Os mercados recuaram por cinco semanas consecutivas com preocupações sobre a campanha intensiva de Pequim contra o sistema bancário sem regulação e com receios de que os esforços para reduzir a alavancagem poderiam prejudicar a liquidez e a economia.

Em um esforço aparente para acalmar os mercados, o regulador bancário da China disse que os riscos no setor bancário são completamente controláveis.

Na terça-feira, o banco central da China injetou 170 bilhões de iuanes (24,67 bilhões de dólares) no mercado monetário por meio de operações de mercado aberto –o maior volume em quase quatro meses.

A ação teve como objetivo compensar o estresse de liquidez causado pelo pagamento de impostos corporativos e vencimento de contratos de recompra, indicando a intenção de Pequim de manter a estabilidade do mercado em meio a preocupações generalizadas sobre o aperto da política monetária.

A maioria das bolsas da região avançou na sessão, em meio ao retorno de algum apetite por risco apesar da cautela com a turbulência política nos Estados Unidos.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha alta de 0,25 por cento às 7:51 (horário de Brasília), após recuar 0,1 por cento mais cedo, o que reduzia sua perda semanal para 0,5 por cento.

. Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 0,19 por cento, a 19.590 pontos.

. Em Hong Kong, o índice HANG SENG subiu 0,15 por cento, a 25.174 pontos.

. Em Xangai, o índice SSEC ganhou 0,03 por cento, a 3.090 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,16 por cento, a 3.403 pontos.

. Em Seul, o índice KOSPI teve valorização de 0,07 por cento, a 2.288 pontos.

. Em Taiwan, o índice TAIEX registrou baixa de 0,22 por cento, a 9.947 pontos.

. Em Cingapura, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,15 por cento, a 3.216 pontos.

. Em Sydney o índice S&P/ASX 200 recuou 0,19 por cento, a 5.727 pontos.