Bolsa de Londres sobe, mas Electrolux despenca por GE

Às 8h05 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 avançava 1,48 por cento, a 1.479 pontos

Londres – O principal índice europeu de ações subia nesta segunda-feira, depois de atingir a mínima em três semanas na semana passada, mas o papel da Electrolux recuava com força após sua oferta pelas operações de negócio de utensílios domésticos da General Eletrics cair por terra.

Às 8h05 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 avançava 1,48 por cento, a 1.479 pontos. Os ganhos eram limitados pelo tombo de mais de 11,5 por cento das ações da Electrolux.

A sueca Electrolux informou nesta segunda-feira que o acordo foi encerrado depois que a GE quebrou o contrato de 3,3 bilhões de dólares. O Departamento de Justiça dos Estados Unidos pediu a um tribunal federal em julho que impedisse que a Electrolux comprasse o negócio da GE, e disse que o acordo elevaria os preços em cinco por cento.

De forma geral, as bolsas europeias eram sustentadas por ganhos no setor de saúde, após o banco de investimento Jefferies elevar o preço-alvo das ações da GlaxoSmithKline, Roche e Sanofi. O papel da Novartis avançava, reagindo a resultados positivos dos testes de um medicamento para tratamento da leucemia.

O índice francês CAC-40 também operava no azul, relevando as vitórias nas eleições regionais do partido de extrema-direita Frente Nacional no domingo.