Bolsa abre em queda, mas passa a subir com noticiário corporativo

Bovespa operava em alta com notícias de que JBS pretende fazer IPO em Nova York

São Paulo – A Bovespa abriu com sinal negativo e com todas as blue chips em queda, exceto Petrobras. O movimento, entretanto, durou pouco. Depois de quase uma hora da abertura da Bolsa, o indicador passou alternar sinal e firmou-se em leve alta por conta de notícias corporativas.

Às 10h58, o Ibovespa renovou máxima aos 59.940 pontos (+0,18%) com 28 papéis em alta. Logo na abertura, apenas nove ações estavam em alta.

O destaque é para a empresa de alimentos JBS. A empresa lidera o ranking das maiores valorizações da carteira Ibovespa ao subir cerca de 9% com a oficialização de que vai abrir capital da JBS Foods International (JBSFI) na Bolsa de Nova York (Nyse).

Já a Suzano, que realiza apresentação a analistas e investidores nesta manhã em São Paulo, é a segunda maior alta da carteira do índice. A Petrobras também figura entre as maiores apreciações do Ibovespa.

A petroleira, que é a empresa mais negociada desde a abertura, sobe por conta do reajuste nos preços do diesel e da gasolina, anunciado na segunda-feira, 5, após o encerramento dos negócios na Bolsa.

Apesar de tanta notícia positiva para várias ações, o clima segue apreensivo entre os agentes do agravamento da crise política.

Agentes esperam para saber os desdobramentos para o ajuste fiscal da substituição do aliado de Michel Temer Renan Calheiros (PMDB-AL) pelo petista Tião Viana (AC) na presidência do Senado Federal.