Dólar R$ 3,15 -0,84%
Euro R$ 3,71 -0,02%
SELIC 9,25% ao ano
Ibovespa 0,35% 68.594 pts
Pontos 68.594
Variação 0,35%
Maior Alta 5,14% FIBR3
Maior Baixa -2,23% MRVE3
Última atualização 16/08/2017 - 17:20 FONTE

Ações europeias avançam na expectativa por ações do BCE

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou em alta de 1,25 por cento, aos 1.055 pontos

Londres – As ações europeias fecharam em alta nesta sexta-feira, atingindo suas máximas em uma semana, impulsionadas por expectativas de ações por parte do Banco Central Europeu (BCE) com autoridades intensificando sua retórica em apoio ao euro, o que deixa o mercado exposto a um recuo acentuado se medidas não forem anunciadas na próxima semana.

Segundo números preliminares, o índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou em alta de 1,25 por cento, aos 1.055 pontos.

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente francês, François Hollande, prometeram nesta sexta-feira fazer uso de todas as suas forças para proteger o euro, reforçando o compromisso anunciado pelo presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, na véspera.

Mas com aumento das expectativas agora precedendo a reunião da próxima semana do BCE, e com a Alemanha ainda relutante em aprovar algumas das medidas mais radicais propostas para resolver a crise da zona do euro, estrategistas alertam que os mercados podem ficar desapontados.

“O mercado espera ações assim que entrarmos na próxima semana”, afirmou o estrategista-chefe de ações do Baader Bank.

“Todos estavam um pouco frustrados sobre o fluxo de notícias macroeconômicas, então quando parece haver um vislumbre de esperança, certamente há alguma vontade em pensar que há uma solução no caminho, porque autoridades estão se movendo mais rapidamente. Se esse for o caso, resta acompanhar”, completou.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou com alta de 0,97 por cento, a 5.627 pontos.
Em FRANKFURT, o índice DAX ganhou 1,62 por cento, para 6.689 pontos.
Em PARIS, o índice CAC-40 teve alta de 2,28 por cento, a 3.280 pontos.
Em MILÃO, o índice Ftse/Mib subiu 2,93 por cento, para 13.596 pontos.
Em MADRI, o índice Ibex-35 avançou 3,91 por cento, a 6.617 pontos.
Em LISBOA, o índice PSI20 ganhou 1,33 por cento, para 4.613 pontos.