Acionistas da Lojas Americanas aprovam alta no limite de capital

Proposta para aumento de capital 500 milhões de ações foi anunciada mais cedo neste mês

São Paulo – Acionistas da Lojas Americanas aprovaram em assembleia geral extraordinária nesta quarta-feira aumento do limite do capital autorizado da companhia de 1,5 bilhão para 2 bilhões de ações.

A proposta para aumento de capital foi anunciada mais cedo neste mês. Na visão da equipe do BTG Pactual, em nota divulgada a clientes na ocasião, o objetivo da operação é dar mais agilidade e já deixar tudo aprovado caso a companhia decida fazer algum aumento de capital no futuro.

Os profissionais do BTG também avaliaram o anúncio como forte indicativo de atividade de fusão e aquisição acontecendo nos próximos meses, além de uma eventual capitalização da controlada de varejo online B2W.

A Lojas Americanas manifestou, em outubro, interesse em participar do processo de aquisição de participação societária na BR Distribuidora, unidade da Petrobras que controla a maior rede de postos de combustíveis do país. A venda da BR Distribuidora foi suspensa pela Justiça no início deste mês.

Em novembro, o jornal Valor Econômico também listou a companhia entre os grupos interessados na rede de móveis, eletrodomésticos e comércio eletrônico Via Varejo.

Por volta das 12:15, as ações preferenciais da Lojas Americanas oscilavam ao redor da estabilidade, a 16,90 reais.