Dólar R$ 3,17 0,71%
Euro R$ 3,74 -0,03%
SELIC 9,25% ao ano
Ibovespa -0,12% 68.635 pts
Pontos 68.635
Variação -0,12%
Maior Alta 4,20% FIBR3
Maior Baixa -3,15% GOAU4
Última atualização 21/08/2017 - 17:20 FONTE

Abercrombie & Fitch desaba em vendas e na bolsa

Hoje, a companhia anunciou que as vendas recuaram 14% no trimestre encerrado em janeiro

São Paulo – As ações da Abercrombie & Fitch registravam perdas de 13% na NYSE nesta quarta-feira.

No ano, os papéis da varejista já acumulam queda de quase 30%. 

Hoje, a companhia anunciou que as vendas recuaram 14% no trimestre encerrado em janeiro.

No período, o lucro da empresa foi de 80,8 milhões de dólares, contra os 104,3 milhões de dólares de um ano antes.

Em nota publicada, a Abercrombie & Fitch reconheceu que os resultados ficaram bem abaixo das expectativas e que os cortes de custos não foram suficientes para compensar as vendas fracas.

Para a companhia, o ano de 2014 foi de “mudanças significativas”.

No ano passado, depois de mais de duas décadas no cargo, o presidente da Abercrombie & Fitch, Mike Jeffries, anunciou sua aposentadoria. A saída foi marcada após 11 trimestres seguidos de queda nas vendas. Até o momento, a companhia não anunciou um sucessor.

Polêmicas 

A Abercrombie & Fitch está envolvida em algumas polêmicas nos últimos anos. Entre os casos famosos da marca está a exclusão proposital de suas lojas roupas do tamanho G ou GG. Também surgiram denúncias de que a companhia só contratava pessoas “bonitas e em forma” para trabalhar nas lojas.

A varejista teve um caso ainda que foi parar na Suprema Corte nos Estados Unidos. Uma muçulmana acusou a Abercrombie & Fitch de discriminação. Ela afirmava que não conseguiu emprego na grife porque estava usando um lenço na cabeça na hora da entrevista. 

A Abercrombie & Fitch está avaliada atualmente em 1,6 bilhão de dólares.