Dólar R$ 3,14 -1,22%
Euro R$ 3,70 -0,11%
SELIC 9,25% ao ano
Ibovespa 0,67% 70.478 pts
Pontos 70.478
Variação 0,67%
Maior Alta 7,42% GOAU4
Maior Baixa -1,99% SMLE3
Última atualização 23/08/2017 - 17:21 FONTE

10 novidades sobre o mercado que você precisa saber

Eletrobras não deve renovar concessões de distribuidoras no Amazonas e em Boa Vista, primeiro passo da estatal para deixar o mercado de distribuição

São Paulo – Confira as principais novidades do mercado desta sexta-feira (22):

Petrobras, Vale e siderúrgicas ganham R$ 60 bi na bolsa

As ações da Petrobras, Vale, Gerdau, Usiminas e CSN recuperaram, no primeiro semestre, R$ 60,3 bilhões em valor, segundo O Estado de S. Paulo.

Só a Petrobras recuperou R$ 37,1 bilhões no período, enquanto a Vale teve valorização de R$ 15,8 bilhões.

Petrobras pode fatiar BR Distribuidora para venda

O conselho de administração da Petrobras deve decidir hoje um modelo para venda da BR Distribuidora, que, segundo fontes dos jornais O Estado de S. Paulo e Valor Econômico, pode consistir na criação de empresas específicas para cada área do negócio.

Os acionistas também não descartam o compartilhamento do controle da empresa, uma concessão em relação ao plano original de vender apenas participações minoritárias.

Eletrobras não vai renovar concessão de distribuidoras

A Eletrobras deve dar hoje o primeiro passo para sair do mercado de distribuição de energia ao não renovar os contratos de distribuidoras do Amazonas e de Boa Vista (Roraima), segundo a Folha de S.Paulo.

Por lei, a Eletrobras não pode privatizar uma concessionária com dívidas, mas, sem renovar as concessões, o governo federal pode vender as empresas para a iniciativa privada, que assume os débitos.

Lucro de empresas deve crescer mais que receitas

A projeção de economistas consultados pelo Valor Econômico para esta temporada de balanços é de que o lucro das empresas deve crescer mais do que a receita, devido ao alívio no câmbio.

O BTG Pactual projeta alta de 7,2% no lucro conjunto de 109 empresas no segundo trimestre, e de 2,6% nas receitas. O Itaú BBA vê o lucro de 94 empresas subindo em média 10%, e as receitas, 1%.

Brasil emite US$1,5 bilhão em bônus de 30 anos, diz Tesouro

O governo brasileiro emitiu 1,5 bilhão de dólares em bônus de 30 anos, com rendimento de 5,875 por cento ao ano e spread de 357,2 pontos básicos acima dos títulos de referência dos Estados Unidos, informou o Tesouro Nacional.

O Global 2047 carrega cupom de 5,625 por cento ao ano, tendo sido colocado ao preço de 96,464 por cento do valor de face.

O rendimento saiu na parte inferior da orientação de preços, de 5,9 por cento, mais ou menos 2,5 pontos básicos, segundo dados do IFR, serviço da Thomson Reuters.

Eldorado lucra R$414 milhões e vê preços de celulose em alta

A Eldorado Celulose, mais recente produtora do país do insumo usado na produção de papel, reverteu resultado negativo de um ano antes no segundo trimestre, apoiada por volume recorde de vendas e estimou que os preços do insumo terão alta gradual até o final do ano.

A companhia teve lucro líquido de 414 milhões de reais de abril ao final de junho, revertendo resultado negativo de 5,7 milhões de reais sofrido no mesmo período do ano passado, quando iniciou a construção de uma segunda linha de produção do insumo.

A empresa, que está se preparando para uma possível abertura de capital (IPO), teve ainda um incremento de 23 por cento na geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), a 469 milhões de reais.

Laboratório Sabin compra o concorrente Cetel

O laboratório Sabin, quinto maior grupo de medicina diagnóstica do país, acaba de realizar sua terceira aquisição neste ano.

A empresa comprou o controle do concorrente Cetel, que fatura 12 milhões de reais ao ano.

O bioquímico Ricardo Moita, filho do fundador Paulo Roberto Moita, e a bioquímica Audrey de Souza Marquez permanecem na gestão do Cetel, como acionistas minoritários.

Carlyle e CVC negam interesse em oferta pela Qualicorp

As firmas de investimentos Carlyle e CVC Partners informaram à Qualicorp que não têm interesse em fazer uma oferta pública para aquisição do controle da empresa de gestão de planos de saúde coletivos.

As ações da Qualicorp atingiram pico desde março de 2015 nesta semana, em meio a expectativas de venda do controle da companhia. Na terça-feira, o jornal Valor Econômico publicou que Carlyle, o fundo soberano de Cingapura (GIC) e CVC Capital Partners estavam negociando aquisição da totalidade do capital da Qualicorp.

Lucro líquido da Localiza sobe 4,9% no 2º tri para R$98 mi

A empresa de locação de veículos e gestão de frotas Localiza abriu a temporada de balanços do segundo trimestre de empresas listadas na Bovespa informando que seu lucro líquido do período cresceu 4,9 por cento sobre um ano antes, para 98 milhões de reais.

Samsung processa Huawei por infringir seis patentes na China

O gigante tecnológico sul-coreano Samsung Electronics anunciou que processou na Justiça da China sua grande concorrente neste país, a Huawei, por considerar que esta infringiu seis de suas patentes sobre redes de telecomunicações e sistemas de armazenamento de dados.

A iniciativa judicial da Samsung representa um novo capítulo na batalha que mantêm em tribunais de vários países com a Huawei, terceira em nível global em volume de vendas.