Windows 8 restringe uso de browsers, diz Google

Junto com a Mozilla, o buscador está dizendo que a Microsoft limitar as opções do usuário na versão móvel do sistema

São Paulo – A Mozilla e o Google acusam a Microsoft de limitar as opções do usuário na escolha dos navegadores em sua versão Windows 8 RT voltada para dispositivos móveis.

Embora as duas empresas já tenham revelado que preparam uma versão do Chrome e do Firefox para Windows 8 e sua interface Metro, a versão do sistema operacional da Microsoft voltado baseada na arquitetura ARM poderá só rodar o Internet Explorer.

Segundo a Mozilla, o Windows 8 RT também rodará dois ambientes: a interface Metro e a área de trabalho mais tradicional do Windows.

No entanto, o único browser que funcionará no modo tradicional do Windows 8 RT será o próprio Internet Explorer, da Microsoft. O que restringiria a utilização de browsers de terceiros, como é o caso do Chrome e Firefox.

Isto ocorre devido a uma restrição da Microsoft que libera diversos recursos de APIs da interface metro e desktop somente ao IE e limita aos outros navegadores acesso apenas a APIs do Metro.

A Microsoft já havia sinalizado a intenção de apenas permitir o desenvolvimento de aplicativos para o ambiente Metro na versão Windows 8 RT, embora também pretenda incluir uma versão do Office 15 para área de trabalho.

O Google divulgou um comunicado afirmando concordar com as reclamações da Mozilla e se mostrou preocupada com as limitações de opções e inovações aos usuários.

Harvey Anderson, conselheiro da Mozilla, afirmou que em contato com David Heiner, advogado da Microsoft, foi informado que a decisão da empresa se refere a questões de segurança e do poder de processamento dos chips usados em dispositivos móveis. Além disso, Heiner apontou também que como um sistema baseado na arquitetura ARM, o Windows 8 RT não é um sistema Windows completo. Procurada pelo site Cnet, a Microsoft não quis comentar o caso.