Dólar R$ 3,27 -0,31%
Euro R$ 3,66 0,11%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,79% 63.786 pts
Pontos 63.786
Variação 1,79%
Maior Alta 6,70% SMLE3
Maior Baixa -3,37% MRFG3
Última atualização 24/05/2017 - 14:09 FONTE

Vik Muniz cria cartaz de divulgação de Roland-Garros 2017

Novo cartaz de divulgação do torneio francês de tênis é criação do artista plástico brasileiro Vik Muniz

São Paulo – O famoso torneio de tênis de Roland-Garros ganhou um cartaz brasileiro para a sua edição de 2017, que começa em maio.

O cartaz de divulgação do Grand Slam francês do ano que vem traz arte feita pelo artista plástico Vik Muniz.

Nome famoso e respeitado no meio artístico, Vik Muniz foi convidado pelo torneio para produzir a peça.

É tradição (desde 1980) da organização de Roland-Garros convidar artistas visuais contemporâneos para criar o cartaz do torneio.

Em 1991, por exemplo, a arte foi de ninguém menos que Joan Miró (já falecido, em 1983).

Em 2000, foi a vez de outro catalão: Antoni Tàpies.

Muniz criou uma imagem a partir de terra pigmentada (e cria a ilusão do saibro) e com uma sombra de um tenista prestes a sacar. A sombra também é de terra, mas preta.

Segundo Muniz, essa fusão da sombra do jogador com  a terra da quadra cria algo de “epistemológico” no sentido do cartaz. É como se o atleta se fundisse ao seu campo de batalha, ao seu palco. Também traz algo de efêmero.

O material real usado para o cartaz (não é apenas um “desenho” de terra) também cria uma camada de realismo na peça.

Confira o cartaz oficial de Roland-Garros 2017 e seu processo de criação:

Sobre o trabalho de Vik Muniz: o documentário de 2010, “Lixo Extraordinário” (indicado ao Oscar), traz o trabalho de Vik com catadores do aterro do Jardim Gramacho, em Duque de Caxias.

Confira os cartazes criados, em anos anteriores, por Miró e Tàpies:

Cartaz do torneio de Roland-Garros de 1991: criação do catalão Joan Miró

Cartaz do torneio de Roland-Garros de 1991: criação do catalão Joan Miró (Roland-Garros/Divulgação)

Cartaz do torneio de Roland-Garros de 2000: criação do catalão Antoni Tàpies

Cartaz do torneio de Roland-Garros de 2000: criação do catalão Antoni Tàpies (Roland-Garros/Divulgação)

O cartaz de Vik Muniz:

O cartaz do torneio de Roland-Garros de 2017: criação do brasileiro Vik Muniz

O cartaz do torneio de Roland-Garros de 2017: criação do brasileiro Vik Muniz (Roland-Garros/Vik Muniz-Galerie Lelong/FFT 2017/Divulgação)