Silêncio da Chrysler para o Super Bowl pode significar algo

Oito marcas de autos que irão anunciar durante o jogo já divulgaram porções de seus comerciais com o mundo.

A Revista Forbes levantou uma questão interessante em relação ao Super Bowl: enquanto diversas marcas de carros estão bombando os teasers de seus comerciais na internet (algumas já até mostraram o anúncio completo) para a final do Super Bowl, a Chrysler está quietinha. A empresa não disse nada sobre o que está guardando para o evento do dia 3.

Oito marcas de autos que irão anunciar durante o jogo – Audi, Hyundai, Kia, Lincoln, Mercedes-Benz, Toyota, Volkswagen e Fiat (parceira da Chrysler) – já divulgaram porções de seus comerciais com o mundo.

Apenas a Chrysler está escondendo o jogo. Não há teaser, roteiro ou dica sobre qualquer envolvimento de alguma celebridade. Há apenas a confirmação de participação, feita pelo Advertising Age. A estratégia está dando certo, já que diversos veículos estão tentando supor o que a marca pretende.

O artigo da Forbes, por exemplo, relembra os dois êxitos da companhia no Super Bowl em 2011 e 2012, respectivamente.

No primeiro deles, o rapper Eminem estrelou um anúncio sobre o renascimento de Detroit. No ano seguinte, o cineasta Clint Eastwood estrelou um comercial sobre o “intervalo de jogo” (conhecido também como crise) por qual passava os Estados Unidos à época. Ambos inspiradores. Ambos fizeram história.

Relembre os anúncios:

2011

2012

O que será que a Chrysler está preparando para 2013?