Ranking mostra as marcas mais valiosas do Brasil em 2017

Pela primeira vez este ano o ranking anual BrandZ Brasil inclui na análise as marcas de capital fechado

A soma do valor das 60 marcas mais valiosas do ranking anual BrandZ Brasil, realizado pela WPP, Kantar, Kantar Vermeer e Kantar Millward Brown totalizou $53,1 bilhões de dólares. Comparado com 2016 houve uma recuperação de 70%, demonstrando uma tendência de crescimento que havia sido observada desde 2014 e que foi interrompida no ano passado.

“Depois de mais de uma década analisando marcas na Kantar e na WPP comprovamos a importância da construção de marca para enfrentar cenários economicamente complicados. As marcas brasileiras que reconheceram o valor dessa premissa cresceram, em alguns casos de mais de 100% de seu valor”, aponta Sonia Bueno CEO da Kantar.

Pela primeira vez este ano o ranking inclui na análise as marcas de capital fechado. Segunda a Kantar, a decisão se deu principalmente ao fato de que no mercado brasileiro existem marcas de capital fechado bastante valiosas, como por exemplo, IKEA e Ferrero, que não poderiam ser avaliadas.

Top 10 das marcas mais valiosas do Brasil 2017 (em milhões de dólares)

Divulgação (AdNews)

Marcas que mais cresceram e setores mais fortes

A Renner foi a marca que teve o maior crescimento no Brasil com uma variação de +168% (número 17, $684 milhões de dólares).

Em segundo lugar está a Adria +159% (número 49, $211 milhões de dólares), seguida pela Anhanguera +138% (número 34, $333 milhões de dólares).

Bens de consumo e serviços financeiros foram os setores mais fortes do BrandZ  Brasil. A soma do valor das marcas de Bens de Consumo foi de $24 bilhões de dólares em 2017 (+40% vs. 2016), o que equivale a quase 50% do total das marcas mais valiosas do Brasil.

As marcas mais fortes do Brasil

A pesquisa também analisou as marcas mais fortes com base no fator Brand Strength, ou seja, na mente dos consumidores.

Divulgação (AdNews)

Este conteúdo foi originalmente publicado no site da AdNews.