Porto Alegre recebe a primeira campanha ateia do Brasil

No ano passado, peças que seriam exibidas em ônibus foram vetadas

São Paulo – Pela primeira vez no Brasil uma campanha ateísta virou realidade. A cidade de Porto Alegre passou, desde o dia 5, a exibir outdoors com propagandas que têm mensagens sobre ateísmo, fé e moralidade, com frases do tipo “Religião não define caráter”, acompanhada de fotos de Charles Chaplin, que era ateu, e Adolf Hitler, “crente” em Deus.

No final do ano passado, as peças polêmicas da Atea (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos), com o objetivo de combater o preconceito contra ateus e buscar lutar pela igualdade em um estado laico, foram rejeitadas por companhias de ônibus de Porto Alegre, Salvador, Florianópolis e São Paulo.

Como os anúncios em transportes públicos foram rejeitados, quatro deles passaram a ser expostos na capital gaúcha em forma de outdoor, nos bairros Bela Vista (Av. Carlos Gomes), Jardim Botânico (Av. Ipiranga) Chácara das Pedras (Av. Antônio Carlos Berta) e Petrópolis (Av. Protásio Alves). Doadores da entidade bancaram os gastos, que giraram em torno de R$ 7.000.

A iniciativa de realizar a campanha ocorreu em julho de 2010, pouco depois de o Ministério Público Federal ajuizar ação civil pública contra o jornalista José Luiz Datena pedindo retratação de suas afirmações ofensivas contra ateus realizadas no extinto Brasil Urgente, da Band.

Há cerca de dois anos, campanhas do gênero são veiculadas em outros países. Na Inglaterra, por exemplo, em 2009, chegaram a ser publicadas em ônibus de Londres a seguinte mensagem: “Provavelmente, Deus não existe. Agora, pare de se preocupar e curta a vida.