São Paulo - A França tem um departamento do governo voltado exclusivamente para os assuntos relacionados às mulheres - o Ministério de Relações Sociais, Direito e Saúde da Mulher.

Criado em 2012, o órgão tem como principal objetivo promover a igualdade de gênero e combater a violência.

Por violência, entende-se não só a agressão física, mas o assédio sofrido pelas mulheres todos os dias. Para tratar especificamente das famosas e nada agradáveis "cantadas" no transporte coletivo, o Ministério lançou no final do ano passado uma campanha de conscientização.

O objetivo é incentivar as cidadãs francesas a denunciarem quando forem vitimas ou mesmo presenciarem uma cena de assédio sofrida por outra mulher.

Um dos filmes da campanha utilizou recursos de anotações YouTube, o annotations, para convidar o usuário a pensar sobre qual reação teria diante da situação vivida pela protagonista do vídeo.

Outro comercial da campanha cria uma "linha de metrô" feita com assédios sofridos diariamente pelas mulheres. O objetivo é mesmo, incentivar a denuncia.

A campanha é assinada pela agência Gyro de Paris.

Tópicos: Abuso sexual, Crime, Assédio sexual, Europa, França, Países ricos, Mulheres executivas