São Paulo - A operadora de telefonia móvel Oi divulgará sua marca pelos ares do Brasil por meio de uma parceria fechada com a TAM. Uma aeronave da companhia foi estampada apenas com o logotipo da operadora e deve levantar vôo a partir da próxima semana.

Segundo uma fonte próxima à TAM ouvida pelo site de EXAME, a parceria entre as duas empresas foi facilitada pela relação próxima entre o presidente da Oi, Luiz Eduardo Falco, e a família Amaro, dona da companhia área. Falco foi, por nove anos, vice-presidente da TAM e ainda mantém um bom relacionamento com os membros do conselho da empresa.

Para a Oi, a iniciativa é uma boa oportunidade de divulgar a marca pelo Brasil a um custo relativamente pequeno, perto do que a operadora teria de investir em mídias convencionais para obter o mesmo retorno de divulgação. Para a TAM, a ação é uma maneira alternativa de obter receita. "Essa receita será ínfimo perto do que a empresa ganha com sua operação formal", afirma a fonte, que preferiu não estimar um valor para a campanha. "Por isso penso que é um produto não será estendido a outras empresas", diz.

Procurada pela reportagem, a Oi apenas informou que haverá a divulgação oficial de uma ação promocional nos próximos dias. O site da campanha já está no ar, com o slogan Você vai voar muito mais longe com a Oi, e pode ser conferido em http://www.voesimplesassim.com.br.

Esta não é a primeira vez, no Brasil, que uma empresa estampa sua marca em um avião para se promover. Em abril de 2001, por exemplo, a Gazeta Mercantil fez o mesmo em uma aeronave da Nordeste, então controlada pela antiga Varig. O avião, um Boeing 737-500, voou por seis meses com o logotipo do jornal. O caso ficou conhecido como a primeira experiência de marketing externo do setor aéreo brasileiro.

Tópicos: Aviação, Setores, Setor de transporte, Estratégias de marketing, Marketing, Logotipos, Brasil Telecom, Oi, 3G, Empresas, Telecomunicações, Telemar, Operadoras de celular, Empresas brasileiras, Serviços, Empresas abertas, Empresas portuguesas, TAM, Companhias aéreas