São Paulo - De tanto receber críticas em redes sociais como Twitter e Facebook relacionadas à quantidade de ar que vem armazenado junto com as batatinhas em suas embalagens, a Ruffles, da Pepsico, resolveu tomar uma atitude.

A marca publicou em sua página oficial no Facebook um infográfico em que explica que o ar contido nos pacotes faz parte do processo natural de empacotamento do produto, servindo como uma espécie de airbag para as batatinhas:

"A batata Ruffles viaja o Brasil inteiro para chegar até você e durante o transporte, o sobe-caixa-desce-caixa poderia quebrar todas elas. Mas não! O ar do pacote está lá e protege todas do impacto."

No material, a marca ainda defende que a proporção de ar e batata não sofreu nenhuma alteração desde 1985.

A mensagem, com 65 compartilhamentos e 75 comentários até agora, foi rebatida por consumidores divididos. Enquanto alguns elogiaram a iniciativa da marca, outros, pouco convencidos, criticaram o preço pago pelo produto em comparação à quantidade de batatas armazenadas.

No mês passado, a Ruffles foi parar no site Slogans Sinceros, que ironiza marcas e seus slogans.

Veja o infográfico:

Infográfico da Ruffles

Tópicos: Facebook, Redes sociais, Empresas, Internet, Empresas americanas, Empresas de tecnologia, Empresas de internet, Marcas, Pepsico, Alimentação