Os posts de oportunidade são uma ferramenta importante para aproximar as marcas de seus consumidores nas redes sociais.

Mas o que parece ser uma forma fácil de impulsionar publicações e se tornar popular é, na verdade, um campo minado, em que a estratégia e o cuidado antes da interação com os usuários torna-se crucial.

Diferente de adotar um meme, fazer um post de oportunidade com notícias reais é sempre mais difícil, principalmente se o assunto mais falado da web é a morte de um artista.

Ontem a Crocs deu um exemplo de como não usar esse tipo de estratégia. A marca aproveitou a notícia do falecimento de David Bowie, consagrado cantor inglês, para interagir com os consumidores.

O problema foi a forma que o post foi feito. A empresa tuitou uma mensagem em homenagem ao Camaleão do Rock ("Sua mágica fará falta, mas sua inspiração viverá para sempre") seguida de uma foto de um de seus produtos.

Mesmo que o raio usado como maquiagem por Bowie apareça sobre a imagem do calçado, o post não agradou nenhum pouco os fãs do artista, que acusaram a marca de se autopromover às custas de sua morte.

A desastrosa publicação foi deletada com menos de uma hora no ar. Sem dúvidas, o erro do social media é um exemplo de como a linha entre o sucesso e o fracasso nas redes sociais é tênue.

Tópicos: Consumidores, Mortes