São Paulo - Enquanto o Brasil discute a polêmica inserção do tema LGBT nas escolas, o Canadá já conta com campanhas criativas e funcionais nos corredores escolares de Toronto.

Com intuito de aumentar o respeito e conscientizar sobre as diferenças de gênero e orientação sexual, o grupo Pflag, organização em defesa da comunidade LGBTQ, criou cartazes que comunicam a proximidade dos gays e heterossexuais.

Com as cores do arco-íris, símbolo adotado pela causa, os banners trazem a lista de nomes "Lésbica, Gay, Bissexual, Trans, Hétero, Queer e 2-Spirited", nas paredes da Toronto District School.

Tanto Queer quanto 2-Spirited são variações norte-americanas da comunidade LGBT, a primeira, considera pessoas que não definem seu sexo, já a segunda, abrange gays da comunidade indígena.

A surpresa dos cartazes está no momento em que os alunos fotografam as peças.

Devido a luz do flash, outras palavras surgem, complementando as primeiras. Assim, "lésbica", ganha o adicional "parceira", "gay", leva o complemento "companheiro de equipe", e assim segue com todas as catalogações da lista.

O pôster é assinado pela J. Walter Thompson Canadá, que desenvolveu uma técnica especial de impressão especialmente para a campanha.

"Ao tomar um meio tradicional como o impresso e adicionar um componente interativo, que é acionado por telefones dos alunos, a nossa mensagem tem uma maior probabilidade de ser compartilhada", disse o diretor criativo da agência, Ryan Spelliscy, ao Adweek.

Tópicos: Canadá, Países ricos, Educação, Escolas, Gays, Preconceitos, LGBT, Publicidade, Toronto