São Paulo - Nos últimos anos as marcas começaram a entender a importância de abrir o leque para falar com as mulheres.

Campanhas para diferentes tipos de perfis já são uma realidade, deixando a comunicação estereotipada, que colocava todas as mulheres na caixa "dona de casa, esposa e mãe", para trás.

As marcas de beleza estão dando ótimos exemplos dessa segmentação do público feminino. É o caso de O Boticário, que inicia o ano com um olhar sensível e moderno ao abordar o divórcio.

O filme "A Lindaex", assinado pela AlmapBBDO, mostra a história de três casais em processo de separação. Sem apontar o certo ou o errado, os depoimentos retratam motivos banais que os levaram até aquele ponto, como a acomodação e o desejo perdido.

Ao fim, a marca faz uma proposta: deixar as mulheres ainda mais bonitas para assinar os papeis do divórcio. A reação dos ex-maridos, que esperavam se deparar com retratos de mulheres em pedaços, é surpreendente.

A proposta é mostrar como as pessoas tornam-se mais seguras, confiantes e dispostas ao despertar o que há de melhor em sua essência quando se sentem bonitas.

Tópicos: Beleza, Divórcio, Mulheres, Empresas, Boticário, O Boticário, Franquias, Indústria de cosméticos