São Paulo - Junto com o lançamento dos dois primeiros modelos com Windows Phone da Nokia no Brasil, o Lumia 800 e o Lumia 710, que chegarão às prateleiras nesta quinta-feira, a fabricante finlandesa prepara uma campanha de marketing especial, reposicionando sua marca.

O tema agora é "redescubra seu dia a dia" e pega como gancho algumas características do novo sistema operacional da Microsoft, cuja interface é constituída por "live tiles", pequenos quadrados, ou janelas, com atualização de conteúdos em tempo real.

Por exemplo: uma pessoa com quem se conversa muito pode virar um "live tile" na tela inicial do celular, onde se acompanha suas últimas atualizações em redes sociais.

Análise

Existe uma grande expectativa no mercado em torno desse reposicionamento da Nokia e de seu investimento na campanha de marketing para a promoção da linha Lumia. A marca ainda é muito forte nas classes C e D e vem colhendo nesse segmento bons resultados após a chegada de seus primeiros modelos dual SIMcard.

O problema está entre os smartphones, segmento dominado amplamente por Apple e Samsung. O lançamento do Lumia é justamente uma tentativa da Nokia de retornar à briga por um mercado de alto valor e de margens mais atraentes.

Se obtiver sucesso, será bom para suas finanças e para a sua marca, e poderá criar um contraponto mais efetivo à disputa quase polarizada entre iOS e Android, que têm atropelado os demais sistemas operacionais para smartphones.

Tópicos: Marcas, Marketing, Nokia, Empresas, Empresas de tecnologia, Smartphones, Indústria eletroeletrônica