São Paulo - O Flamengo apresentou oficialmente nesta segunda-feira o seu mais novo patrocinador, a Peugeot. A confirmação chega após o time ter passado uma temporada inteira sem estampar um anunciante master em seu uniforme.

Com duração de três anos, o contrato foi oficializado na sede do grupo na Gávea, Rio de Janeiro. Segundo o clube, os números do investimento só serão divulgados após reunião de seu Conselho Deliberativo na terça-feira.

O acordo dá direito à empresa expor sua marca no peito da camisa rubro-negra já a partir do próximo jogo do Campeonato Carioca, contra o Madureira, na quarta (21). O logo, em branco, vai ocupar lugar de destaque contra fundo preto.

O time de futebol também desmentiu que o contrato seria temporário, mas não descartou a possibilidade de fechar com outras marcas em esquema de rodízio de exposição.

Este foi o primeiro patrocínio fechado pela nova diretoria do Flamengo, cuja gestão começou em 2013. Cosan e BMG, presentes na lista de patrocinadores atuais, não devem renovar os contratos que vencem em 6 e 12 de fevereiro, respectivamente. A Cosan investiu R$ 5 milhões no acordo de um ano, enquanto o banco mineiro pagou R$ 9 milhões anuais.

Em comunicado no seu site, a Peugeot afirmou que a iniciativa pretende ajudar a expor a marca em amplitude nacional, uma vez que o clube tem grande penetração em regiões como o Nordeste, apoiada por uma das maiores torcidas do país. “Dividimos a mesma visão de projeto empresarial com o time", afirmou Frédéric Drouin, diretor geral da Peugeot para o Brasil e América Latina.

Tópicos: Flamengo, Esportes, Futebol, Patrocínio, Montadoras, Peugeot, Empresas, Peugeot Citroën, Empresas francesas