A marca de relógios TAG Heuer decidiu não renovar seu contrato com a tenista russa Maria Sharapova, que acusou positivo em um controle antidoping no Aberto da Austrália, em janeiro, anunciou a marca suíça nesta terça-feira.

"A TAG Heuer tinha contrato com Maria Sharapova até 31 de dezembro de 2015. Estávamos em negociações para prorrogar nossa colaboração. Mas levando em conta as circunstâncias, a marca de relógios suíça suspende as negociações, e decidiu não renovar seu contrato com a senhora Sharapova", indica um comunicado.

Na véspera, a fabricante americana de equipamento esportivo Nike anunciou que suspendeu seus vínculos com a tenista russa.

"Estamos tristes e surpresos com as notícias sobre Maria Sharapova", disse a Nike em um comunicado. "Decidimos suspender nossa relação com Maria enquanto prosseguir a investigação".

Sharapova anunciou na segunda-feira, em coletiva de imprensa em Los Angeles, que foi pega em exame antidoping realizado no Aberto da Austrália, em janeiro.

"Cometi um grave erro e decepcionei meus fãs e o esporte que amo", lamentou a tenista, que afirmou tomar desde 2006 um medicamento à base de Meldonium "para tratar problemas de saúde recorrentes, um déficit de magnésio, uma arritmia cardíaca e casos de diabetes na família".

Segundo a tenista, a substância entrou no final de dezembro do ano passado na lista de substâncias proibidas pela Agência Mundial Antidoping (Wada).

"Eu sou responsável. Recebi uma mensagem da Agência Mundial Antidoping em dezembro e não chequei para ver se o medicamento tinha entrado na lista de produtos proibidos", continuou Sharapova.

Atual número 7 do ranking WTA, Sharapova explicou que recebeu na semana passada uma carta da Federação Internacional de Tênis informando que tinha sido flagrada no exame antidoping realizado em 26 de janeiro.

Nesse dia, a russa disputou a semifinal do Aberto da Austrália contra a americana Serena Williams, número 1 do mundo, perdendo em dois sets (6-4, 6-1).

Pouco após a coletiva de imprensa de Sharapova, a Federação internacional de tênis anunciou que a tenista russa "está suspensa provisoriamente a partir do dia 12 de março.".

Tópicos: Doping, Esportes, Empresas, Nike, Empresas americanas, Patrocínio