São Paulo - O “Skip Ad”, famoso botãozinho do YouTube para pular anúncios, é o grande obstáculo a ser vencido pelas marcas e agências na maior plataforma de vídeos da web.

Por outro lado, o grande trunfo da internet é justamente dar ao público a liberdade de poder escolher o conteúdo que se quer consumir, quando ele quiser e da maneira que ele achar mais conveniente.

Então o que fazer? O desafio é um grande estimulo a criatividade.

Algumas campanhas já estão conseguindo atrair a atenção do consumidor e superar o temido “Skip Ad”.

Confira alguns cases:

Skip Ad "passa marcha" do novo Fusca

Ao final dos 5 segundos de espera obrigatória, o próprio vídeo clica no botão de “Pular Anúncio”. O letreiro explica: “Novo Fusca com câmbio DSG Tiptronic. Você não passa a marcha. Nem o comercial”. O objetivo foi explicar os benefícios do câmbio do automóvel.


Você "pularia" um ex-presidiário?

A campanha foi criada para a Ban the Box, iniciativa da Business in the Community para banir a caixinha "Você já esteve preso?" das fichas de aplicação para novos empregos e promover uma segunda chance aos ex-detentos. O personagem do filme, um ex-presidiário, tenta falar com o internauta. Este, por sua vez, tem a opção de clicar no "Skip Ad". A cada clique, o ator vai ficando mais cabisbaixo, como se cada clicada no "Skip Ad" representasse uma nova entrevista de emprego frustrada.

Reprodução/YouTube

Campanha "Você pularia um ex-presidiário?"


Quando você vai pular o seu comportamento?


Essa campanha foi criada para uma rede de lojas de materiais para construção do Chile. Seus comerciais falam de maus hábitos, como deixar a torneira aberta ou a luz ligada sem necessidade. No inicio do vídeo o botão “Skip Ad” aparece ao lado de um outro “Pular comportamento”. O objetivo é convidar as pessoas a adorarem atitudes ecologicamente corretas.


Tem certeza que quer pular o vídeo?

Rafael Lopes, o próprio gerente de marketing de AXE, explica a ação. “Decidimos usar esses 5 segundo obrigatórios para desafiar o nosso público-alvo a assistir ao vídeo inteiro. Para isso, utilizamos duas garotas deslumbrantes em trajes muito sensuais, pedindo para os internautas continuarem a assistir o filme, onde elas ensinam a diferença de utilização de cada produto”.


“Não toque neste botão”

No comentado e inusitado comercial que trouxe Jonh Travolta ao Brasil para promover a Ypióca, o ator americano pratimente implora para o público não clicar no Skip Ad: “não toque neste vídeo, não pule este vídeo, eu vou brasilizar”, argumenta.

Tópicos: Anúncios, Estratégias de marketing, Marketing, Publicidade, YouTube, Google, Empresas de tecnologia, Empresas de internet