Nova Coca-Cola Life começa a ser vendida nos Estados Unidos

Produto "verde" da Coca já existe na Argentina, Chile e Grã-Bretanha; não há previsão de chegar ao Brasil

São Paulo – Os Estados Unidos, o mercado por excelência da Coca-Cola, se tornou o quarto país do mundo a comercializar a Coca-Cola Life, a “versão verde” do refrigerante.

Argentina, Chile e Grã-Bretanha já contavam com a bebida em suas prateleiras.

O produto tem menos calorias que a versão original (89 contra 138 em uma lata de 330mL) e seu açúcar é uma mistura de açúcar de cana com stevia, uma folha que serve como adoçante natural.

Assim, ele promete ser mais “saúdável e natural” que a versão original, mas não é light ou diet.

Por enquanto, ele será vendido na Georgia, Carolina do Norte, Carolina do Sul e parte da Flórida. Em outubro, chega para todo o país.

A versão Life tenta conquistar consumidores que criticam a quantidade de calorias e açúcar da bebida.

O extrato da stevia (Stevia rebaudiana), nativa da América do Sul, também apela para os clientes que buscam produtos saudáveis: a planta tem propriedades nutritivas e ajuda na eliminação de toxinas.

Nos EUA, a empresa planejou mais de quatro mil eventos para divulgar a bebida.

No Brasil

Em junho, o produto foi barrado no Brasil, por conta de um decreto do Ministério da Agricultura.

O decreto 6871/2009 proíbe, em bebidas não alcoolicas, a associação de diferentes açúcares e edulcorantes.

O extrato de stevia aliado ao açucar de cana esbarra nessa regra, daí a proibição.

Veja um vídeo da propaganda da Coca-Cola Life na Argentina:

//www.youtube.com/embed/wDuwQLHM7fE?list=UUTb10hKfawJeSTFsEZaAsAg