Cerveja cria produto que evita que pessoas exagerem na bebida

Cerveja dinamarquesa Tuborg promoveu ação durante festival de música

São Paulo – Uma marca de cerveja que, preocupada com o consumo excessivo de álcool, quer que seus consumidores não bebam tanto. Estranho? Claro que não.

E se a maneira de não beber tanto passar pelos ouvidos e pela música? Agora ficou um pouco estranho. Mas a ciência explica.

Em um estudo realizado na França há alguns anos, pesquisadores descobriram que música alta faz com que as pessoas bebam mais e mais depressa.

Não é à toa que sempre bebemos muito em shows, festas e festivais de música.

As pessoas chegam a beber um copo de cerveja três minutos mais rápido quando estão ouvindo música alta – comparando o volume moderado de 72 decibéis com o volume exagerado de 88 decibéis.

Na mesma comparação, as pessoas pediam 2,6 cervejas em média, em certo intervalo de tempo. No mesmo período, com música alta, eram 3,4 cervejas em média.

Pensando nisso, a marca de cerveja dinamarquesa Tuborg criou os “Beer Plugs”: protetores auriculares no formato de copos de cerveja.

Os protetores ajudam a diminuir o volume do som e, assim, evitar um exagero no álcool.

Uma ação da marca distribuiu os Beer Plugs durante o Roskilde Festival, na Dinamarca.

A embalagem diz: “Fato: Música alta faz você beber mais rápido” e “Proteja sua audição e beba com respeito”.

Confira o vídeo da ação da Tuborg:

Lançamento da Tuborg: ação na Dinamarca sobre consumo de álcool

Lançamento da Tuborg: ação na Dinamarca sobre consumo de álcool (Tuborg//Divulgação)