Campanha Grand Prix em Cannes é banida no Reino Unido

A investigação começou com uma queixa de um espectador que não acreditava que a latinha mostrada no comercial fizesse o que mostrava na tela

Em 2015 uma boa ideia da Grey de Londres para a Volvo fez sucesso e rendeu dois Grand Prix em Cannes. A campanha “LifePaint”, que está no ar até hoje, consiste em uma tinta que brilha no escuro feita pela montadora para proteger ciclistas.

Na peça de lançamento do produto aparecem pessoas e bicicletas coloridas com o spray, no entanto a Advertising Standards Authority (ASA), órgão regulador de Padrões de Publicidade do Reino Unido, comprovou que a propaganda era enganosa.

A rigorosa investigação começou com uma queixa de um espectador que não acreditava que a latinha criada em parceria com a startup sueca Albedo 100 fizesse o que mostrava na tela.

Após apurações, a ASA baniu a veiculação da peça e confirmou que a invenção coloria, mas por pouquíssimo tempo, o que impedia pedalar da maneira que era mostrada no anúncio.

Em defesa, a marca concordando com a instituição, disse que de fato sua criação poderia ser usada no trânsito para iluminar conforme faróis de carros apontassem para os ciclistas, mas realmente o efeito era curtíssimo.

Confira abaixo o filme que ao buscar conscientizar levanta questões sobre a transparência publicitária e as exigências regulamentárias:

Este conteúdo foi publicado originalmente no site da AdNews.