Campanha americana contra o cigarro impressiona o público

Centro de Controle de Doenças e Prevenção do governo dos EUA lançou nova campanha antitabagismo que está gerando comentários por seu poder de chocar o público

São Paulo – A comunicação que tem a pretensão de combater um vício, via de regra, precisa de muito impacto para mexer com a cabeça das pessoas, sobretudo de fumantes.

Mudar hábito pode ser doloroso, mas as marcas do cigarro podem fazer coisa muito pior.

Pensando nisso, o Centro de Controle de Doenças e Prevenção (CDC, em inglês), do governo dos Estados Unidos, lançou nesta semana uma nova campanha antitabagismo que está gerando comentários por seu poder de chocar o público.

Na série Dicas de Ex-Fumantes, vítimas de estragos irreparáveis no corpo, consequência do tabaco, mostram de maneira chocante como foram irremediavelmente afetadas pelo vício.

Num dos depoimentos, por exemplo, um homem conta como é a experiência de viver com um buraco na garganta.

Outra cena chocante mostra uma mãe, que relata o fato de ter um filho prematuro, que pesa apenas 1.3 Kg.

Confira os vídeos abaixo. As cenas são fortes:

//www.youtube.com/embed/OFQ6YoDAoeY

//www.youtube.com/embed/qi_JwXTXLA0

//www.youtube.com/embed/PbvOHUiIP2M

//www.youtube.com/embed/YbsABhYlPz4

//www.youtube.com/embed/cBbQvXPhsSs

//www.youtube.com/embed/y70V5HGhpHs