Caixas que viram árvores depois de usadas

Um micologista americano inventou uma embalagem que, depois de usada, pode ser plantada para crescer como árvore. Paul Stamets, o cientista, chamou-a de "The Life Box".

Feita de papelão – fibra de papel reciclado – a caixa traz esporos e sementes de árvores misturadas ao seu material. Depois de usar, é só rasgar a caixa, plantá-la normalmente e regar com água. Na fibra de papel, são incluídas sementes de árvores, que depois são pulverizadas por esporos de fungos micorrízicos – que se associam às raízes das plantas, porém sem prejudicá-las. Os fungos protegem as mudas jovens, fazendo com que crescam saudáveis.

Por enquanto, a "Life Box" só é vendida nos Estados Unidos e no Canadá. Isso porque a mistura de sementes é feita com espécies de árvores nativas desses países, mas já estão sendo estudadas misturas específicas para várias regiões do mundo.