Anúncio do azeite Gallo vai parar no Conar por suposto racismo

Peça promove nova embalagem do produto; texto diz "O nosso azeite é rico. O vidro escuro é o segurança"

São Paulo – Uma peça publicitária do azeite Gallo deve ser julgada pelo Conar, o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária, por estar supostamente promovendo racismo.

A peça, que apresenta a nova embalagem do produto, mais escura, traz o texto “O nosso azeite é rico. O vidro escuro é o segurança”.

O processo, aberto em novembro de 2011, foi motivado pela denúncia de um consumidor ao órgão.

O caso, segundo a assessoria de imprensa do Conar, deve entrar nas discussões da reunião do dia 8 de março. A data é uma previsão, já que a agenda pode ser alterada até lá.

A criação do anúncio é da agência AlmapBBDO.