Adnet se transforma em vários personagens para campanha da Cielo

Projeto conta com 24 filmes protagonizados pelo humorista e mais de 150 formatos de conteúdo para redes sociais

Se rir é o melhor remédio, pode ser também o melhor negócio. Não á toa, Marcelo Adnet é o protagonista da mais nova campanha de Cielo, criada pelas agências Y&R e Wunderman.

Com uma estratégia robusta e integrada, o trabalho de comunicação conta com 24 filmes protagonizados pelo humorista, mais de 150 formatos de conteúdo para redes sociais e uma plataforma inédita desdobrada em diferentes URLs para cada tipo de negócio.

O objetivo é dar vida ao conceito “Seu negócio não para” e mostrar os serviços da Cielo para os mais diferentes tipos de negócio sob a ótica dos próprios clientes da companhia, que estão no centro da comunicação.

“A campanha reflete o que vivemos na companhia – totalmente voltados para o cliente, que sempre esteve no centro de toda e qualquer decisão de negócio”, afirma Duda Bastos, diretora de Marketing da Cielo.

Nos 12 filmes para TV, Adnet se transforma em um personagem para representar, de forma lúdica, um cliente daquele segmento.

“A ideia é amplificar o conceito de que, se o empreendedor tem Cielo, seus negócios não param, estão sempre a todo vapor, girando, vendendo”, comenta Rafael Pitanguy, VP de Criação da Y&R. Já nos 12 vídeos para web, Adnet fala sobre cada benefício que a Cielo proporciona aos diferentes tipos de negócio.

“A nova campanha da Cielo traz uma linguagem 100% verdadeira e com tom otimista, mostrando a atitude ‘mangas arregaçadas’ de vários tipos de empreendedores e as soluções criativas que adotam para que ninguém pare de vender, inovar, faturar”, afirma Paulo Sanna, CCO da Wunderman.

A partir de uma extensa pesquisa de dados, conduzida pelas agências em parceria com a produtora New Content, foram ouvidos mais de 700 clientes em todo o Brasil para identificar as histórias que ajudassem a empresa a mostrar que sua vocação é fazer com que os negócios não parem, independentemente do tamanho ou do segmento.

Este conteúdo foi originalmente publicado no site da AdNews.