Toyota revela o Corolla 2018 no Brasil. Veja fotos

A partir de R$ 90.990, versões agora oferecem controles de estabilidade e tração, 7 airbags e assistente de subidas

A Toyota acaba de apresentar o Corolla modelo 2018 no Brasil, confirmando o que já era esperado: a partir de agora, todas as versões serão equipadas com controle de estabilidade – principal crítica ao modelo até então.

Outros equipamentos como assistente para subidas e sete airbags também foram inclusos, além de uma leve reestilização, já ocorrida em outros mercados.

E a versão XRS, com visual esportivado, também volta ao mercado.

O pacote de equipamentos de segurança, porém, tem seu preço. O GLi 1.8 CVT agora parte de R$ 90.990, contra os R$ 87.990 praticados anteriormente.

O XEi 2.0 CVT passou de R$ 96.990 para R$ 99.990, enquanto o Altis 2.0 CVT foi de R$ 110.990 para R$ 114.990.

Antena ‘tubarão’ equipa as versões mais caras (divulgação/Toyota) (Divulgação)

Antena ‘tubarão’ equipa as versões mais caras (divulgação/Toyota)

A versão esportivada fica abaixo da Altis: custa R$ 108.990.

Além disso, continuarão a ser oferecidas as versões do GLi 1.8 para frotistas e portadores de deficiência, com câmbio manual (de seis marchas) ou CVT, ambas com o mesmo preço: R$ 69.990.

Reforma de estilo

O facelift se concentra na dianteira, que ganha um conjunto de grade e faróis mais afiados, criando uma impressão de maior largura.

Os para-choques recebem novas aberturas laterais, com vincos aprofundados.

Rodas são de 17 polegadas nas versões XEi, XRS e Altis (divulgação/Toyota)

Os faróis são halógenos nas versões GLi e XEi e de leds (com nivelamento automático) nas versões XRS e Altis.

Já as luzes diurnas de leds estão disponíveis a partir da versão XEi. Na traseira, as lanternas passam a ser de leds em todas as versões.

Acabamento translúcido e leds são as novidades nas lanternas (divulgação/Toyota) (Reprodução/Youtube)

A versão XRS ganha os tradicionais adereços esportivos, como spoiler traseiro, saias laterais e ponteira do escapamento cromado.

No XRS, aplique no para-choque traseiro imita extrator de ar (divulgação/Toyota)

Por dentro, poucas novidades.

O painel de instrumentos das versões XEi, XRS e Altis ganha uma tela TFT colorida entre o conta-giros e o velocímetro e uma nova central multimídia com touchscreen LCD de sete polegadas.

As saídas laterais de ar-condicionado foram arredondadas, e o tradicional relógio digital foi deslocado para o console central, do lado direito da tela.

Saídas de ar laterais agora são arredondadas (divulgação/Toyota) (Divulgação)

A partir da XEi, as rodas agora são de aro 17.

Segundo a Toyota, a suspensão foi elevada em 5 mm para manter o balanço entre conforto e estabilidade, com nova calibração nos amortecedores dianteiros e traseiros.

O isolamento acústico também promete melhoras, com a adição de uma camada de borracha no revestimento do painel corta-fogo e a instalação de feltros nos painéis das portas.

O conjunto mecânico não traz mudanças: motor 1.8 16V flex (com até 144 cv e 18,6 mkgf) nas versões GLi, e 2.0 16V flex (com até 154 cv e 20,7 mkgf) nas configurações XEi, XRS e Altis.

Há a opção de câmbio manual de seis marchas para o GLi mais básico (destinado para frotistas e portadores de necessidades especiais) e CVT com simulação de sete marchas nas versões restantes, com trocas por paddle shifts a partir da XEi.

Tela colorida no centro do painel é uma novidade do Corolla 2018 (divulgação/Toyota) (Divulgação)

Por fim, os tão esperados controles eletrônicos de estabilidade e tração em todas as versões, coisas que os principais concorrentes já possuem faz tempo.

Para temperar mais o cardápio de série, foram inclusos sete airbags (Civic e Cruze oferecem no máximo seis, menos nas versões de entrada) e assistente de rampa.

Auxílios mais sofisticados presentes nos Honda e Chevrolet, porém, ficaram de fora, como os de pontos cegos, mudança de faixa e estacionamento semi-automático.

Durante a apresentação, tendo a versão XEi como exemplo, a Toyota fez questão de mostrar que os novos itens adicionados têm valor de R$ 7 mil, enquanto o aumento real de preço do modelo foi de R$ 3 mil.

(Péricles Malheiros/Quatro Rodas) (Divulgação)

Confira abaixo os equipamentos que cada versão irá oferecer:

  • GLi (R$ 90.990): ar-condicionado manual, chave do tipo canivete, computador de bordo, direção eletrohidráulica, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, relógio digital (claro!), sistema de som com USB e Bluetooth, vidros e retrovisores elétricos, volante multifuncional, bancos de couro, 7 airbags, controles de estabilidade e tração, assistente para rampas.
  • XEi (R$ 99.990): tudo da GLi, mais ar-condicionado digital (uma zona), partida por botão, retrovisor interno fotocrômico, controle de velocidade de cruzeiro, faróis de neblina dianteiros, sensor crespuscular, computador de bordo com tela TFT colorida, sistema multimídia com tela de 7 polegadas, DVD, GPS, TV digital e câmera de ré, quatro alto-falantes e dois twetters.
  • XRS (R$ 108.990): acabamento interno na cor preta, aerofólio traseiro com luz de freio de leds, saias laterais, spoilers, ponteira do escapamento cromada, faróis de leds com ajuste de facho, rodas diamantadas aro 17.
  • Altis (R$ 114.990): tudo da XEi, mais ar-condicionado digital dual zone, sensor de chuva, banco do motorista com regulagens elétricas, revestimento de couro cor linho claro, retrovisores externos retráteis eletricamente, rodas diamantadas aro 17.

Curiosamente, quem entrar no configurador do site da Toyota verá que os preços divulgados para o novo Corolla são exatamente R$ 1,5 mil maiores que os divulgados no evento de lançamento (o GLi 1.8, por exemplo, aparece por R$ 92.440).

Segundo a própria Toyota, os valores menores exibidos no evento não são promocionais, nem temporários.

A marca afirma que houve um erro na atualização do site, que será corrigido.

Este conteúdo foi publicado originalmente no site da Quatro Rodas.