Spielberg é favorito ao Oscar de melhor diretor por Lincoln

Expectativa é que o cineasta vença o prêmio de melhor diretor, apesar de o filme "Lincoln" ter perdido para "Argo" em dois prêmios no ano passado

Los Angeles – O cineasta norte-americano Steven Spielberg é o favorito entre o público para ganhar o Oscar de melhor diretor este ano por seu filme sobre o presidente Abraham Lincoln, mostrou uma pesquisa da Reuters nesta quarta-feira.

Enquanto a corrida para ganhar a estatueta de melhor filme na cerimônia de 24 de fevereiro foi sacudida pelo fato de “Argo” ter tirado o prêmio de “Lincoln” em duas cerimônias de premiação no fim de semana passado, o Oscar de melhor diretor parece destinado a um homem.

Spielberg, 66 anos, que foi indicado sete vezes como melhor diretor no Oscar e ganhou duas vezes –por “A Lista de Schindler”, em 1993, e “O Resgate do Soldado Ryan”, em 1998– aparece bem à frente na categoria.

A pesquisa Reuters Ipsos com 1.641 norte-americanos mostrou que 41 por cento consideram que Spielberg deve ganhar e 38 por cento disseram que ele era o mais provável vencedor por seu drama passado na época da Guerra Civil norte-americana, no qual o ator britânico Daniel Day-Lewis interpreta Lincoln.

Quase metade dos entrevistados da sondagem realizada entre sexta e terça-feira estava incerta sobre quem deve ou é o mais provável escolhido como melhor diretor. A pesquisa usa uma medida estatística chamada de “intervalo de credibilidade” e tem uma precisão de 2,8 pontos percentuais.


No sábado acontece a cerimônia de premiação do Directors Guild of America, em Los Angeles, e desde 1948, apenas em seis ocasiões o ganhador de melhor diretor de filme pelo sindicato não ganhou o Oscar de melhor diretor.

Mas este ano, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, cujos membros escolhem os vencedores do Oscar, ignorou os diretores de quatro dos maiores filmes do ano –Ben Affleck (“Argo”), Kathryn Bigelow (“A Hora Mais Escura”), Quentin Tarantino (“Django Livre”) e Tom Hopper (“Os Miseráveis”)– abrindo a possibilidade de uma divisão rara em fevereiro nas categorias de melhor filme e melhor diretor.

Ang Lee, com sua adaptação para o cinema 3D do romance best-seller “A Vida de Pi” sobre um rapaz indiano à deriva no mar com um tigre, ficou em segundo lugar na pesquisa da Reuters, com cerca de um em cada 10 entrevistados dizendo que ele deve ou era o mais provável a ganhar.

O diretor taiwanês ganhou o Oscar de melhor diretor em 2005 pelo romance “O Segredo de Brokeback Mountain”.