Relógio Bovet faz sucesso a ganha versão em ouro rosa

Ele conta com detalhes estilísticos que o modelo cronômetro Easel, patenteado em 1930, possuía, um verdadeiro simbolismo para o momento de transição de estilos

Depois do sucesso do modelo Bovet 19Thirty em 2015, com uma caixa elaborada em aço, a relojoaria suíça Bovet resolveu dar um passo a frente em sua história com o lançamento de variações elaboradas em ouro rosa. 

O modelo se inspira em um dos últimos relógios de bolso produzidos pela Bovet, antes da era dos modelos de pulso iniciar. 

Ele conta com detalhes estilísticos que o modelo cronômetro “Easel”, patenteado em 1930, possuía, um verdadeiro simbolismo para o momento de transição de estilos.

A peça de 2015 possuía um movimento que foi especialmente desenvolvido para ela. Apesar de realizar as indicações simples de horas, minutos e pequenos segundos, o calibre conta com todos os detalhes e acabamentos que um movimento de alta complicação exige, além de oferecer uma autonomia de marcha de 7 dias, vinda de um único barrilete de energia. 

É possível escolher entre três colorações de mostradores ou mesmo três tipos de indicação: arábica, romana ou mesmo chinesa, o que entrega uma grande diversidade de acabamentos.

(Divulgação)

Bovet 19Thirty Fleurier possui seu mostrador com decoração estilo raios solares e as cores disponíveis são preto, azul e marrom. Ainda é possível optar por um bisel e encaixes incrustados de diamantes ou não.

(Divulgação)

Sua caixa possui apenas 9 mm de espessura e conta com 42 mm de diâmetro ela abriga e protege a até 30 metros sob a água o movimento 16BM04 de corda manual. Ele realiza sua operação a 21.600 vph e fornece 7 dias de energia, conforme já dito. O mostrador exibe, em dois subdials, a indicação de horas e minutos na parte superior e segundos às 6 horas. O usuário pode observar, ainda, o acabamento do movimento, que é parcialmente visível sob os dials, além de uma indicação de reserva de energia na posição de 3 horas.

(Divulgação)

Pelo verso da caixa, elaborado em cristal de safira, o usuário também pode observar detalhes do movimento e seus acabamentos decorativos. A finalização da peça é dada por uma pulseira de couro de crocodilo preto ou marrom.

(Divulgação)

A marca não possui representação comercial no Brasil, mas os valores sugeridos são de 28.500 Francos Suíços para as versões sem diamantes e 38.500 Francos Suíços para as versões com diamantes. Os valores não incluem eventuais impostos e taxas.