Por que esta Ferrari nem os mais ricos podem comprar

Modelo super exclusivo deve custar mais de US$ 2 milhões, mas não é para qualquer milionário

São Paulo – A gente sabe que os modelos produzidos pela Ferrari não são para qualquer tipo de bolso – os vendidos no Brasil, pelo menos, custam bem mais que 1,5 milhão de reais. O que muita gente não sabe, no entanto, é que alguns modelos são tão exclusivos que não basta apenas dinheiro, é preciso outros requisitos, como anos a fio de relacionamento com a marca. 

A montadora italiana acaba de apresentar no Salão do Automóvel de Paris, que abre ao público entre os dias 1 e 16 de outubro, mais um de seus modelos super exclusivos. Trata-se da edição limitada da LaFerrari Aperta, um conversível que deve custar bem mais que 2 milhões de dólares.

Para a tristeza dos apaixonados por Ferraris, todas as unidades que serão produzidas já foram vendidas aos clientes “vips” da marca, ou seja, aqueles que ao longo dos anos compraram e mantiveram diversos modelos da Ferrari em suas garagens. 

De acordo com a companhia italiana, a LaFerrari Aperta terá uma capota rígida removível de fibra de carbono, motor V12 com 800 cavalos e um motor elétrico de 163 cavalos, que combinados permite que o carro atinja potência de 963 cavalos.