Piscinas: tratamento em dia durante o ano todo

Calor está indo embora, mas isso não é motivo para descuidar da água da piscina. Veja algumas dicas

São Paulo – O tratamento da piscina precisa de cuidados durante o ano todo. Isso porque a água pode ser uma grande disseminadora de bactérias, fungos e vírus que causam doenças como micoses. Mas não são só esses microorganismos que geram problemas para o ser humano. Conjuntivites e dermatites são provocadas por reações alérgicas a produtos químicos. Se o tratamento não for correto e houver muito cloro, por exemplo, a pele com certeza sentirá os efeitos.

Por isso, é preciso ficar atento aos cuidados com a qualidade da água. Cloro, filtração diária, aspirar ao fundo e limpeza das bordas e arredores são indispensáveis. O acúmulo de ácidos graxos (gordura do corpo) ajuda a proliferação de germes. Confira as dicas:

– O pH deve ficar sempre entre 7 e 7,4 e existem kits específicos para essa medição. Este processo deve ser feito antes dos tratamentos químicos. Além disso, quando a água tiver turva e suja, é preciso drená-la (basta selecionar no filtro a função).

– Verifique sempre a validade dos produtos químicos, como dos estojos de reagentes para análise do cloro e pH. Usar produtos vencidos pode causar acidentes.

– Alguns cuidados mais técnicos também precisam fazer parte da rotina, como retrolavar o filtro de areia quando o manômetro marcar o valor especificado pelo fabricante ou pelo menos uma vez por semana; e verificar itens de segurança, como exemplo o ralo de fundo, pois são perigosas sucções dimensionadas de forma errada.

– Em caso de piscina aquecida, é importante usar o aquecedor durante o dia e cobrir a água à noite. Esta ação ajuda a economizar dinheiro e, claro, recursos naturais.