Dólar R$ 3,27 -0,31%
Euro R$ 3,66 0,08%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,60% 62.662 pts
Pontos 62.662
Variação 1,60%
Maior Alta 9,53% JBSS3
Maior Baixa -1,42% EMBR3
Última atualização 23/05/2017 - 17:20 FONTE

Patti Smith cantará música de Bob Dylan na cerimônia do Nobel

Antes que da revelação do ganhador do Nobel de Literatura, em outubro, Patti Smith já tinha previsto participar da cerimônia de entrega

Estocolmo – A cantora Patti Smith, que no próximo sábado se apresentará durante a cerimônia de entrega do Nobel em Estocolmo, escolheu a música “A Hard Rain’s A-Gonna Fall” por ser “uma das canções mais formosas” de Bob Dylan, agraciado neste ano com o prêmio de Literatura e que não comparecerá à cerimônia.

Antes que da revelação do ganhador do Nobel de Literatura, em outubro, Patti Smith já tinha previsto participar da cerimônia de entrega, assim como do “Diálogo da Semana Nobel”, que será realizado na próxima sexta-feira e abordará o futuro dos alimentos, disse à Agência Efe uma porta-voz da organização.

A própria cantora relatou em sua conta no Facebook que em setembro, durante a inauguração de uma de suas exposições de fotografia em Estocolmo, “um membro do Comitê Nobel” entrou em contato com ela para que cantasse na cerimônia.

Patti Smith cogitou cantar uma música própria durante a cerimônia, mas, após o anúncio de Dylan como vencedor e a aceitação do prêmio, mudou de ideia.

“Parecia apropriado deixar a minha própria canção de lado e escolher uma dele”, disse na rede social.

O palco da cerimônia em Estocolmo apresentará uma imagem pouco comum durante uma cerimônia de entrega do prêmio, quando Patti Smith cantar “A Hard Rain’s A-Gonna Fall” junto com a Real Orquestra Filarmônica.

De acordo com Smith, a música escolhida combina o domínio do idioma por Dylan com “um profundo entendimento das causas do sofrimento e, definitivamente, da resistência humana”.

Patti Smith, que diz ter “uma grande dívida” com Dylan por o considerar uma grande influência, se declara “muito orgulhosa” de interpretar essa canção, “com um sentimento de gratidão”.

Dylan, ganhador do Nobel de Literatura “por ter criado novas expressões na grande tradição musical americana”, não viajará para Estocolmo porque “outros compromissos o impossibilitam” e não será representado por ninguém na cerimônia, informou a porta-voz da Fundação Nobel.