Londres - A tocha que será usada nos Jogos Olímpicos de Londres, desenhada por Edward Barber e Jay Osgerby, ganhou nesta terça-feira o prestigiado prêmio internacional de melhor design 2012.

O prêmio, concedido ao estúdio britânico de desenho Barber Osgerby, autor da peça, foi entregue pelo Museu do Desenho de Londres, que elegeu vencedores em sete categorias: arquitetura, arte digital, moda, mobília, gráficos, produtos e transporte.

O diretor do museu, Deyan Sudjic, disse nesta terça-feira em comunicado que ''não há nada mais difícil do que fazer bem e desenhar para os Jogos Olímpicos. A tocha não só captura o espírito de Londres como cidade olímpica, mas também demonstra como o desenho pode realizar as ideias tradicionais de uma maneira moderna'', disse.

A tocha percorrerá o Reino Unido pelas mãos de 8 mil pessoas até chegar ao estádio Olímpico de Londres para a abertura oficial do evento, que começará em 27 de julho e vai até 12 de agosto.

A tocha de alumínio conta com pintura dourada, tem 80 centímetros de largura e pesa 800 gramas, tem 8 mil buracos, que representam às pessoas encarregadas de seu revezamento ao longo das 8 mil milhas (12.874 quilômetros).

Além disso, seu desenho triangular tem um conteúdo simbólico, pois cada um dos ângulos representa os três Jogos Olímpicos organizados nesta cidade nos anos 1908, 1948 e 2012.

O presidente do comitê organizador de Londres 2012 (LOCOG), Sebastian Coe, destacou nesta terça-feira que a tocha ''é um dos símbolos mais importantes dos Jogos Olímpicos''.

Em outra categoria, o prêmio de Arquitetura foi vencido pelo Velódromo de Londres 2012.

A tocha olímpica ficará exposta junto com os outros desenhos premiados no Museu do Desenho de Londres, até o dia 4 de julho. 

Tópicos: Design, Europa, Reino Unido, Londres, Metrópoles globais, Olimpíadas, Esportes