Barcelona - Dois técnicos da Fazenda espanhola declaram nesta quarta-feira, em julgamento realizado na cidade de Gavà, na Espanha, que Lionel Messi não participava da gestão de seus direitos de imagem.

O jogador do Barcelona e seu pai, Jorge Horacio Messi, são acusados de fraudar a Fazenda espanhola em quase 4 milhões de euros, referentes aos anos fiscais de 2007, 2008 e 2009.

Os técnicos, que elaboraram o relatório sobre a suposta estratégia de burlar os pagamentos de impostos referentes aos direitos de imagem, reafirmaram que em suas pesquisas não puderam concluir que o jogador participava da suposta fraude.

Messi e seu pai depuseram no tribunal de Gavá no dia 27 de setembro, como acusados. O jogador já pagou 5 milhões de euros à Fazenda espanhola antes do início da audiência, como "reparação".

Tópicos: Fraudes, Lionel Messi, Atletas, Esportes, Impostos, Leão, Sonegação fiscal