São Paulo – A temporada de premiações do cinema começou e com ela o lançamento de diversos filmes aclamados pela crítica. Porém, não é sempre que um longa-metragem vencedor do Oscar ou do Globo de Ouro cai no gosto do público.

Para tentar entender melhor essa relação entre o público e a crítica especializada, o desenvolvedor Niall Beard criou o Medidor de Pretensão. O teste, segundo a página de Beard, calcula a diferença entre a crítica e a opinião pública de acordo com dois sites: o Rotten Tomatoes e o IMDb.

Os resultados são apresentados em uma escala que vai de “muito pretensioso”, significando que a audiência não gostou, mas os críticos amaram, até “popular entre as massas”, denotando que os críticos odiaram e o público amou.

A cor da escala representa quão positiva foi a média combinada de ambas as classificações. Maior do que 73% recebe a cor verde, entre 61% e 73% ganha a cor alaranjada e quando está menor do que 61% aparece a cor vermelha.

Por exemplo, o filme vencedor de melhor longa-metragem no ano passado, Birdman (2014), foi considerado 73% pretensioso. Já Batman, O Cavaleiro das Trevas (2008) funcionou melhor para o público não especializado, chegando a ser 33% popular entre as massas.

De acordo com o desenvolvedor do teste, os filmes antigos geralmente recebem a pontuação “muito pretensioso”. A teoria de Beard é que os críticos reveem os longas que já são clássicos bem estabelecidos. “Eles levam em considerações coisas como o quão inovador foi o filme para seu tempo, seu impacto no cinema e seu valor nostálgico.”

Para fazer o teste basta clicar neste link

Tópicos: Cinema, Setores, Arte, Entretenimento, Filmes, Oscar