São Paulo – A cerimônia mais importante do cinema mundial nomeou “O Artista” como o melhor filme lançado em 2011, também premiado na última edição do Globo de Ouro. O longa ganhou, ao todo, cinco Oscars, incluindo de melhor ator (Jean Dujardin), diretor (Michel Hazanavicius), trilha sonora original (Ludovic Bource) e figurino. Na hora da premiação, o cachorrinho Uggie, que "atua" no filme, subiu ao palco junto com a equipe de direção.

“A Invenção de Hugo Cabret”, dirigido por Martin Scorsese e indicado em 11 categorias, também faturou cinco prêmios, levando o Oscar de direção de arte, fotografia, edição de som, efeitos visuais e mixagem de som.

A solenidade, que ocorreu no Kodak Theatre, em Los Angeles, foi comandada pelo comediante Billy Crystal e contou a presença dos principais artistas de Hollywood, além de uma apresentação do Cirque Du Soleil. O clima geral foi de homenagem ao cinema, com vídeos e discursos que transpiravam saudosismo.

Na categoria de melhor atriz, Meryl Streep, de “A Dama de Ferro”, foi quem levou a melhor. Ela já foi indicada 17 vezes em sua carreira e este é seu terceiro Oscar. O longa “Meia-Noite em Paris” venceu o prêmio de melhor roteiro original, enquanto "Os Descendentes" levou a estatueta de melhor roteiro adaptado.

A esperança brasileira no Oscar “Real in Rio”, música do filme “Rio”, perdeu na categoria de melhor canção original para "Man or Muppet", de "Os Muppets". Confira a seguir a lista dos indicados e dos vencedores do maior prêmio do cinema.

Melhor Filme: "O Artista"
“A Árvore da Vida”
“Os Descendentes”
“Histórias Cruzadas”
“A Invenção de Hugo Cabret”
“O Homem Que Mudou o Jogo”
“Cavalo de Guerra”
“O Artista”
“Meia-Noite em Paris”
“Tão Forte e Tão Perto”

Melhor Atriz: Meryl Streep - “A Dama de Ferro”
Glenn Close - “Albert Nobbs”
Viola Davis - “Histórias Cruzadas”
Rooney Mara - “Millennium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres”
Meryl Streep - “A Dama de Ferro”
Michelle Williams - “Sete Dias com Marilyn”

Melhor Ator: Jean Dujardin - “O Artista”
Demián Bichir - “A Better Life”
George Clooney - “Os Descendentes”
Jean Dujardin - “O Artista”
Gary Oldman - “O Espião Que Sabia Demais”
Brad Pitt - “O Homem Que Mudou o Jogo”

Melhor Diretor: Michel Hazanavicius - “O Artista”
Woody Allen - “Meia-Noite em Paris”
Michel Hazanavicius - “O Artista”
Alexander Payne - “Os Descendentes”
Martin Scorsese - “A Invenção de Hugo Cabret”
Terrende Malick - “A Árvore da Vida”

Melhor Curta de Animação: “The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore”
“Dimanche/Sunday” - Patrick Doyon
“The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore” - William Joyce e Brandon Oldenburg
“La Luna” - Enrico Casarosa
“A Morning Stroll” - Grant Orchard e Sue Goffe
“Wild Life” - Amanda Forbis e Wendy Tilby

Melhor Curta de Documentário: “Saving Fac”e - Daniel Junge e Sharmeen Obaid-Chinoy
“The Barber of Birmingham: Foot Soldier of the Civil Rights Movement” - Robin Fryday e Gail Dolgin
“God is the Bigger Elvis” - Rebecca Cammisa e Julie Anderson
“Incident in New Baghdad” - James Spione
“Saving Fac”e - Daniel Junge e Sharmeen Obaid-Chinoy
“The Tsunami and the Cherry Blossom” - Lucy Walker e Kira Carstensen

Melhor Curta-Metragem: “The Shore” - Terry George e Oorlagh George
“Pentecost” - Peter McDonald e Eimear O’Kane
“Raju” - Max Zähle e Stefan Gieren
“The Shore” - Terry George e Oorlagh George
“Time Freak” - Andrew Bowler e Gigi Causey
“Tuba Atlantic” - Hallvar Witzø

Melhor Roteiro Original: Woody Allen - "Meia-noite em Paris"
"O Artista"
"Missão madrinha de casamento"
"Margin Call"
"Meia-noite em Paris"
"A Separação"

Melhor Roteiro Adaptado: Alexander Payne, Nat Faxon e Jim Rash - "Os descendentes"
"Os descendentes"
"A Invenção de Hugo Cabret"
"Tudo pelo poder"
"O homem que mudou o jogo"
"O espião que sabia demais"

Melhor Canção: “Man or Muppet”, de “Os Muppets”
“Man or Muppet”, de “Os Muppets”, música e letra de Bret McKenzie
“Real in Rio”, de “Rio”, música de Sergio Mendes e Carlinhos Brown, letra de Siedah Garrett

Melhor Trilha Sonora Original: “O Artista” - Ludovic Bource
“As Aventuras de Tintim” - John Williams
“O Artista” - Ludovic Bource
“A Invenção de Hugo Cabret” - Howard Shore
“O espião que sabia demais” - Alberto Iglesias
“Cavalo de guerra” - John Williams

Melhor Ator Coadjuvante: Christopher Plummer - “Toda Forma de Amor”
Christopher Plummer - “Toda Forma de Amor”
Jonah Hill - “O Homem Que Mudou o Jogo”
Kenneth Branagh - “Sete Dias com Marilyn”
Nick Nolte - “Guerreiro”
Max von Sydow - “Tão Forte e Tão Perto”

Melhores Efeitos Visuais: “A Invenção de Hugo Cabret”
“Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2″ - Tim Burke, David Vickery,
Greg Butler e John Richardson
“A Invenção de Hugo Cabret” - Rob Legato, Joss Williams, Ben Grossman e Alex Henning
“Real Steel” - Erik Nash, John Rosengrant, Dan Taylor e Swen Gillberg
“Planeta dos Macacos: A origem” - Joe Letteri, Dan Lemmon, R. Christopher White e Daniel Barrett
“Transformers: O lado oculto da lua” - Dan Glass, Brad Friedman, Douglas Trumbull e Michael Fink

Melhor Animação: Rango
“Um Gato em Paris”
“Chico & Rita”
“Kung Fu Panda 2″
“Gato de Botas”
“Rango”

Melhor Documentário: “Undefeated” - TJ Martin, Dan Lindsay and Richard Middlemas
“Hell and Back Again” - Danfung Dennis and Mike Lerner
“If a Tree Falls: A Story of the Earth Liberation Front” - Marshall Curry and Sam Cullman
“Paradise Lost 3: Purgatory” - Joe Berlinger and Bruce Sinofsky
“Pina” - Wim Wenders and Gian-Piero Ringel
“Undefeated” - TJ Martin, Dan Lindsay and Richard Middlemas

Melhor Mixagem de Som: “A Invenção de Hugo Cabret”- Tom Fleischman and John Midgley
“Os homens que não amavam as mulheres” - David Parker, Michael Semanick, Ren Klyce and Bo Persson
“A Invenção de Hugo Cabret”- Tom Fleischman and John Midgley
“O Homem que mudou o jogo” - Deb Adair, Ron Bochar, Dave Giammarco and Ed Novick
“Transformers: O lado oculto da lua” - Greg P. Russell, Gary Summers, Jeffrey J. Haboush and Peter J. Devlin
“Cavalo de Guerra” - Gary Rydstrom, Andy Nelson, Tom Johnson and Stuart Wilson

Melhor Edição de Som: “A Invenção de Hugo Cabret” - Philip Stockton and Eugene Gearty
“Drive” - Lon Bender and Victor Ray Ennis
“Os homens que não amavam as mulheres” - Ren Klyce
“A Invenção de Hugo Cabret” - Philip Stockton and Eugene Gearty
“Transformers: O lado oculto da lua” - Ethan Van der Ryn and Erik Aadahl
“Cavalo de Guerra” - Richard Hymns and Gary Rydstrom

Melhor Montagem: “Os homens que não amavam as mulheres” - Kirk Baxter and Angus Wall
“O Artista” - Anne-Sophie Bion and Michel Hazanavicius
“Os Descendentes” - Kevin Tent
“Os homens que não amavam as mulheres” - Kirk Baxter and Angus Wall
“A Invenção de Hugo Cabret” - Thelma Schoonmaker
“O Homem que mudou o jogo” - Christopher Tellefsen

Melhor Atriz Coadjuvante: Octavia Spencer - “Histórias Cruzadas”
Berenice Bejo - “O Artista”
Jessica Chastain - “Histórias Cruzadas”
Melissa McCarthy - “Missão Madrinha de Casamento”
Janet McTeer - “Albert Nobbs”
Octavia Spencer - “Histórias Cruzadas”

Melhor Filme Estrangeiro: Irã - “A Separação” - Asghar Farhadi
Bélgica - “Bullhead” - Michael R. Roskam
Canadá - “Monsieur Lazhar” - Philippe Falardeau
Irã - “A Separação” - Asghar Farhadi
Israel - “Footnote” - Joseph Cedar
Polônia - “In Darkness” - Agnieszka Holland

Melhor Maquiagem: A Dama de Ferro - Mark Coulier and J. Roy Helland
“Albert Nobbs” - Martial Corneville, Lynn Johnston and Matthew W. Mungle
“Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2″ - Nick Dudman, Amanda Knight and Lisa Tomblin
“A Dama de Ferro” - Mark Coulier and J. Roy Helland

Melhor Figurino: O Artista - Mark Bridges
“Anonymous” - Lisy Christl
“O Artista” - Mark Bridges
“A Invenção de Hugo Cabret” - Sandy Powell
“Jane Eyre” - Michael O’Connor
“W.E.” - Arianne Phillips

Melhor Direção de Arte: A Invenção de Hugo Cabret
“O Artista”
“Harry Potter”
“A Invenção de Hugo Cabret”
“Meia-noite em Paris
“Cavalo de guerra”

Melhor Fotografia: A Invenção de Hugo Cabret
“O Artista” - Guillaume Schiffman
“Os homens que não amavam as mulheres” - Jeff Cronenweth
“A Invenção de Hugo Cabret” - Robert Richardson
“A Árvore da Vida” - Emmanuel Lubezki
“Cavalo de Guerra” - Janusz Kaminski

Tópicos: Cinema, Setores, Arte, Entretenimento, Filmes, Oscar