Nova York - A modelo britânica Kate Moss, que posará para a capa da "Playboy" no seu 60º aniversário, não poderá comparecer à festa em sua homenagem na famosa mansão da revista, em Los Angeles, por problemas na obtenção de um visto de entrada por seu histórico com a cocaína.

Depois que em 2005 um jornal britânico publicou uma foto sua supostamente inalando um pó branco, a modelo não conseguiu um visto de entrada nos Estados Unidos, informou hoje o "New York Post", que cita uma fonte anônima, segundo a qual Moss "ainda tem problemas em conseguir um visto".

Por isso, a revista, que planejava um grande evento com Moss como estrela, foi obrigada a transferi-lo à boate que tem na capital britânica.

Por sua parte, o porta-voz da Playboy afirma que a festa sempre esteve prevista para acontecer em Londres e que no dia 13 de dezembro será lançada a edição da revista para janeiro e fevereiro com Moss, de 39 anos, na capa. 

Tópicos: Kate Moss, Los Angeles, Metrópoles globais, Califórnia