Los Angeles - Jovens completamente extasiados e vestidos a caráter correram às salas de cinema nas primeiras horas desta sexta-feira para não perder a estreia, à meia-noite, de "Jogos vorazes", que pretende ser a próxima "galinha dos ovos de ouro" de Hollywood, ansiosa por preencher a vaga deixada pelo fim das sagas "Crepúsculo" e "Harry Potter".

O filme, estrelado por Jennifer Lawrence no papel de uma heróica arqueira, e Stanley Tucci, como um apresentador de TV arrogante, conta a história de Katniss Everdeen, uma jovem que luta para sobreviver em um jogo sangrento de guerra até a morte organizado por um governo tirânico em um futuro decadente.

"Agora estou ansiosa para ver o próximo filme. Meu Deus, em algumas cenas eu comecei a tremer, chorei muito, foi muito bom", declarou à AFP Savannha, 16 anos, ao sair de um cinema em Los Angeles, logo após as duas horas de filme.

O filme teen pós-apocalíptico, que quer preencher o vazio deixado pelo esgotamento da saga de vampiros e lobisomens criada Stephanie Myers e das aventuras dos bruxos de J.K. Rowling, é baseado na trilogia "Os jogos da fome", da romancista americana Suzanne Collins.

O suspense já vendeu 30 milhões de cópias em todo o mundo e se tornou o mais recente fenômeno editorial depois de "Crepúsculo".

"Na verdade, o filme mostra mais do que apenas a visão de Katniss", afirmou Hanna, 14 anos. "Eu quase gostei mais do que o livro".

Oito outras meninas gritavam animadas para uma câmara de televisão, que as filmou na saída do cinema para registrar suas impressões, e todas falavam ao mesmo tempo de forma ininteligível.

Uma delas, com uma peruca vermelha e maquiagem exótica, estava fantasiada de Effie Trinket, um personagem que, na história, envia carinhosamente crianças para a morte.

Outros jovens usavam camisetas com o logotipo da trilogia ou com a insígnia da "rebelião" deste mundo apocalíptico: o "Mockingjay", um pássaro com uma fecha que identifica a protagonista.

"Eu acho que isso vai ser como 'Crepúsculo'. Muitas pessoas vieram para a estréia deste que é apenas o primeiro filme", disse à AFP Natasha McClellan, uma estudante colegial de 18 anos.

"As pessoas já não amam mais 'Crepúsculo', então este é o próximo 'peixe grande'", arriscou.

A 15 salas de cinema do complexo Arclight e as 11 da Universal City Walk tiveram os ingressos esgotados horas antes da estréia.

De acordo com imagens televisivas e reportagens, esse cenário se repetiu em Atlanta, Nova York, Chicago e em outras cidades americanas.

O novo fenômeno adolescente promete quebrar recordes de bilheteria neste fim de semana.

O maior vendedor de ingressos de cinema on-line, Fandango, informou na tarde de quinta-feira que vendia 10 ingressos por segundo e os ingressos de 2.500 salas já tinham esgotados.

Antes de anoitecer, "Jogos Vorazes" era o terceiro filme com mais vendas antecipadas de ingressos, atrás da estréia, em 2009, de "A Saga Crepúsculo: Lua Nova" e do último filme "Harry Potter", lançado no ano passado .

O filme chegou às telas europeias na quarta-feira e estreia no Brasil nesta sexta-feira.

"Tiveram que cortar a história, tiraram muitas cenas, mas fiquei encantada com o que foi produzido. Os personagens são bastante parecidos com o que eu imaginava", disse Emily, de 17 anos.

Adaptada pelo diretor de "Pleasantville - A vida em preto e branco", Gary Ross, com a romancista Collins como roteirista, "Jogos Vorazes" evoca uma decadente utopia, uma distopia, no meio do caminho entre o romance "1984" de George Orwell e o blockbuster "Gladiador", de Ridley Scott.

Sua protagonista, Lawrence, 21 anos, chamou a atenção no ano passado quando ela foi indicada para um Oscar por "Inverno da alma".

Tópicos: Cinema, Setores, Arte, Entretenimento, Crepúsculo, Filmes, Harry Potter, Jogos Vorazes, Lançamentos