São Paulo – A exposição O Mundo de Tim Burton, finalmente, estreia nesta quinta-feira (4), no Museu da Imagem e do Som (MIS) em São Paulo. 

Para a felicidade dos fãs do cineasta, a exibição, que vai até 15 de maio, traz mais de 500 itens, desde obras de arte, esboços de roteiros até bonecos utilizados nos mais de 20 filmes que Burton produziu. 

O MIS é o primeiro local da América Latina a receber a exposição. De acordo com André Sturm, diretor executivo e curador geral do museuO Mundo de Tim Burton já passou por diversos países, porém traz elementos inéditos em termos de cenografia e discografia para o Brasil.

Como nos filmes de Burton, a mostra tem um ar que mescla entre o divertido e o sombrio, revelando vários projetos do cineasta, desde suas ideias juvenis quando ainda morava em Burbank, na Califórnia, até os bonecos de sua última animação, Frankenweenie.

Veja abaixo alguns elementos bacanas e impressionantes da exposição que a EXAME.com conferiu na quarta-feira (3):

Escorregador

Logo no início da exposição, você pode literalmente deslizar de um ambiente para outro. Um escorregador construído exclusivamente para a exposição transporta a pessoa da primeira parte da mostra, onde é possível ver alguns desenhos de Burton, para a segunda parte, que é chamada de "Felicidade".

Boneco gigante

MIS/Letícia Godoy

Exposição do Tim Burton no MIS

Após descer pelo escorregador, o visitante cai em um tapete acolchoado e encontra um boneco de ar de seis metros de altura no meio da sala. Réplica que fez parte da primeira exposição de Burton no Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA), o boneco movimenta os olhos em direção a pessoa que acena para ele.

Polaroides

MIS/Letícia Godoy

Exposição do Tim Burton no MIS

Também na segunda parte da exibição, é possível ver uma série de polaroides (fotos instantâneas) superdimensionadas ao redor do boneco de seis metros. Todas elas têm tamanho 20 x 34 cm e foram tiradas entre os anos de 1992 e 1999 quando Burton não estava filmando ou produzindo uma animação.

As fotografias são de bonecos que foram utilizados nos sets de filmagem. Elas são tão realistas que é difícil dizer se as imagens foram pintadas ou fotografadas.

Desenhos em guardanapos

Sabe aqueles rabiscos que você faz em guardanapos e depois descarta? Tim Burton guardou alguns de seus desenhos e emoldurou em dois frames com 45 desenhos cada. Neles, é possível ver alguns monstros e figuras assustadoras, que podem um dia fazer parte dos filmes do cineasta. 

Filmes em super 8

Alguns dos vídeos gravados pelo diretor com filmes de 8 mm e 16 mm também podem ser visualizados em alguns momentos da mostra. O mais interessante desses vídeos é que eles são vistos através de uma tela feita de um material transparente.

Assim, o espectador não assiste diretamente na televisão (que fica branca durante toda a exibição). Ele precisa segurar uma placa de vidro e mira-la no televisor para que as imagens apareçam. A técnica utilizada para criar esse momento mágico é relativamente simples: a película da TV é retirada e colocada na placa de vidro, que passa a mostrar as imagens que estavam antes fixadas na televisão.

MIS/Letícia Godoy

Exposição do Tim Burton no MIS

Bonecos, desenhos e storyboards

Muitas das animações produzidas por Tim Burton foram feitas com stop motion, um recurso em que modelos reais em diversos materiais são movimentados e fotografados quadro a quadro. Alguns dos bonecos utilizados em filmes como Marte Ataca!O Estranho Mundo de Jack e Os Fantasmas Se Divertem podem ser vistos durante toda a exposição.

Além disso, outra parte bacana de O Mundo de Tim Burton são os primeiros desenhos de alguns personagens, como Edward do longa Edward Mãos de Tesoura e Coringa do filme Batman. Também são mostradas storyboards (uma série de imagens arranjadas em sequência com o propósito de pré-visualizar um filme) de alguns dos longas do cineasta e até do clipe da música Bones da banda The Killers.

Buracos na parede

Na parte final da mostra, há pequenos buracos na parede que podem passar despercebidos pelos menos atentos. Atrás deles é possível ver algumas das pinturas e dos desenhos de Tim Burton. 

Os ingressos para a mostra custam 40 reais durante a semana (exceto na terça-feira, quando a entrada é gratuita) e 12 reais no domingo, e já estão esgotados. Porém, novas entradas devem ser liberadas em breve. Para mais informações, acesse o site do MIS

Tópicos: Arte, Cinema, Setores, Entretenimento, Exposições, Filmes