Tesouros do Islã

São Paulo - Quem já esteve frente a frente com obras-primas do gênio humano, coisas como o Alhambra de Granada ou o Taj Mahal, esquece-se um pouco do tolo estereótipo que os muçulmanos carregam: extremistas religiosos.

Muito além da imagem de fundamentalismo, o Islã é uma cultura riquíssima, que desbravou a ciência, as artes e a arquitetura de forma empírica e pragmática. A objetividade na busca de soluções aplicadas levou à construção de patrimônios da humanidade que pontilham o globo. Os padrões geométricos dos azulejos ibéricos são frutos diretos dos padrões criados por artistas andaluzes sob o domínio dos califas de Al-Andalus. Os próprios idiomas espanhol e português devem ao árabe muito da riqueza de seu léxico: azeitona, arroz, laranja e azeite são apenas algumas das palavras importadas, assim como boa parte daquelas que começam com o prefixo al - alface, alfândega, almofada... A lista é longa.

Portanto, esqueça os estereótipos e viaje conosco por esta pequena mostra de grandes tesouros do Islã.

Clique nas imagens para ver os tesouros do Islã.

Tópicos: Arquitetura, Viagens pessoais, Viagens