Sem pedais, nem banco

S%26atilde;o Paulo %26ndash; Duas rodas, pedais e um quadro, uma combina%26ccedil;%26atilde;o simples e genial que faz das bicicletas uma das invenções mais tradicionais mantidas pelo homem, certo? Bom, parece que não. A paixão pela magrela parece ser tanta que ideias para melhorá-la não param de pipocar pelo mundo – algumas, por sinal, bem inusitadas.

A Fliz Bike é uma delas. Sem pedais, nem banco, a bike traz uma inovação que mais parece uma viagem à era dos Flintstones, desenho em que os personagens apareciam “pilotando”seus carros com os pés. Para pilotar a invenção, os ciclistas ficam presos por um cinto no lugar de sentarem-se em um banco. Para sair do lugar, eles precisam começar uma corrida para pegar impulso, até que, ao atingir velocidade suficiente, o piloto possa prender os pés na parte traseira e deslizar.

Clique nas fotos para ver outros modelos nada conservadores de bicicletas, meio de locomoção exaltado hoje, no Dia Mundial Sem Carro

Tópicos: Bicicletas, Design, Inovação