Museu de cera de Londres “separa” Angelina Jolie e Brad Pitt

"As figuras de cera do casal, que foram inauguradas em 2013, foram separadas e agora estão a uma respeitosa distância", diz porta-voz

Londres – O museu de cera de Londres, Madame Tussauds, separou as figuras dos atores americanos Angelina Jolie e Brad Pitt após o anúncio de divórcio, confirmou nesta quarta-feira um porta-voz.

“Reagimos rapidamente à notícia de ontem da separação de Angelina Jolie e Brad Pitt e seus planos de divórcio, que se refletiram na separação deles em nossa atração”, afirmou o porta-voz.

“As figuras de cera do casal, que foram inauguradas em 2013 (por ocasião dos 50 anos de Pitt), foram separadas e agora estão a uma respeitosa distância”, acrescentou.

O porta-voz precisou que Angelina “fará companhia a Nicole Kidman, enquanto Brad Pitt ficará ao lado de Morgan Freeman”.

Angelina, de 41 anos, pediu o divórcio de Brad Pitt, de 52, e solicitou a guarda de seus seis filhos, o que representa o fim de um dos casais mais populares do mundo do espetáculo, não só por seu trabalho em Hollywood, mas também por seu compromisso com trabalhos humanitários.

Desde o anúncio da separação, surgiram especulações sobre o valor da fortuna de ambos, que os veículos de imprensa dos Estados Unidos cifram em mais de US$ 500 milhões.

Entre o patrimônio imobiliário do casal, está uma mansão de oito quartos no bairro londrino de Richmond, que, segundo a imprensa, foi comprada por cerca de 10 milhões de libras (US$ 13 milhões), embora poderia ter se desvalorizado após o voto britânico favorável ao “Brexit”.