Mark Zuckerberg decide comer apenas a carne de animais abatidos por ele mesmo

"Neste ano, me tornei praticamente vegetariano, já que só como os animais que eu mesmo mato. Até agora tem sido uma boa experiência", relatou o CEO do Facebook

Nova York – O fundador e controlador do Facebook, Mark Zuckerberg, decidiu comer apenas a carne dos animais que ele mesmo tenha matado, uma determinação que faz parte de um desafio pessoal que se propôs a cumprir neste ano, segundo reportagem publicada nesta quinta-feira pela revista “Fortune”.

“Neste ano, me tornei praticamente vegetariano, já que só como os animais que eu mesmo mato. Até agora tem sido uma boa experiência. Como alimentos muito mais saudáveis e aprendi muito sobre agricultura e criação de animais”, afirmou Zuckerberg em carta enviada à “Fortune” e divulgada pela revista em seu site.

O bilionário nova-iorquino de 27 anos explica na carta que a cada ano se propõe um desafio pessoal. Depois de se dedicar a aulas de mandarim no ano passado, Zuckerberg decidiu agora expressar sua gratidão à comida.

“Acho que muita gente esquece que um ser vivo tem de morrer para que você coma sua carne. Portanto, meu objetivo é não esquecer isso e agradecer pelo que como”, declara o jovem bilionário, que no último dia 4 escreveu em sua conta no Facebook: “Acabo de matar um porco e uma cabra”.

O comentário suscitou opiniões de todo tipo e sua declaração à “Fortune” esclarece que a ideia lhe ocorreu ano passado, quando, comendo carne de porco com amigos, alguns deles disseram que preferiam não pensar que aquela carne pertencera a um animal que já fora vivo.

“Isso me parece irresponsável. Não tenho nada contra as pessoas que decidem comer, mas eu acho que deveriam assumir a responsabilidade e agradecer pelo que comem, e não ignorar de onde vêm”, acrescenta.

O criador do Facebook revelou à “Fortune” que a chef Jesse Cool foi quem lhe apresentou a vários granjeiros da área e o ajudou a matar seus primeiros animais.

“Ele cortou a garganta da cabra com uma faca, que é a maneira mais benévola de fazê-lo”, detalha Cool, em declarações à revista, acrescentando que o jovem e sua namorada cozinharam diferentes pratos com a carne dos animais.