Mais moderna, nova Citroën C4 Picasso chega por R$ 110.990

Minivan estreia nova plataforma e está mais espaçosa do que a geração anterior

São Paulo – Fãs de minivans têm uma nova opção nas lojas. A Citroën está lançando no Brasil a segunda geração da C4 Picasso, que desembarca nas carrocerias de cinco e sete lugares (chamada de Grand C4 Picasso) e duas versões de acabamento (Seduction e Intensive).

Tudo é novo no monovolume, a começar pela plataforma EMP2, concebida para ser aplicada em futuros lançamentos de médio porte da marca, como sedãs e, claro, SUVs.

O jeitão futurista dos modelos Citroën está lá, com faróis divididos em duas seções, sendo que a parte de cima abriga as luzes de led. A traseira tem desenho mais comedido, com lanternas incorporadas ao recorte da tampa do porta-malas de 537 litros sem os bancos rebatidos.

A cabine é bastante iluminada, graças à área envidraçada de 5,3 metros quadrados formada pelo para-brisa panorâmico, teto de vidro e janelas laterais. São cinco bancos individuais na C4 Picasso, inclusive na parte de trás.

O ar futurista é reforçado pela presença de duas telas no centro da cabine: no topo fica uma tela de alta definição de 12 polegadas, que não só substitui o painel de instrumentos como agrupa várias funções, controladas por um botão giratório na parte inferior do volante multifuncional.

Abaixo dela fica uma tela de 7 polegadas sensível ao toque, que exibe GPS, controles de ar-condicionado e comandos de som, entre outras funções.

O motor é o 1.6 THP, que entrega 165 cv a 6.000 rpm e torque máximo de 24,4 mkgf de 1.400 a 4.000 rpm. Estranhamente, no entanto, o conjunto bebe apenas gasolina – ao contrário do mesmo motor aplicado no C4 Lounge THP adaptado à tecnologia bicombustível.

Números de fábrica indicam aceleração de 0 a 100 km/h em 8,4 segundos e velocidade máxima de 210 km/h na C4 Picasso – a Grand C4 leva 8,7 segundos para chegar aos 100 km/h, atingindo a mesma velocidade final.

Acoplado a uma transmissão automática de seis marchas com trocas sequenciais, ele dá agilidade à minivan, embora o turbo lag se manifeste discretamente em baixas rotações.

Estão entre os itens de série seis airbags, controles de estabilidade e de tração, faróis de neblina, freio de estacionamento elétrico, piloto automático, cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes, sensor de estacionamento traseiro, ar-condicionado digital bizona com saídas para o banco de trás, espelho interno convexo para monitorar crianças, porta-luvas central, Bluetooth, central multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas e bancos dianteiros com regulagem de altura revestidos em tecido.

As versões mais caras são recheadas com itens como câmera com visão de 360 graus, massageadores nos bancos e até apoio para os pés do passageiro do banco dianteiro.

Importada da Espanha, a minivan parte de R$ 110.900 no caso da C4 Picasso Seduction, e chega aos R$ 127.990 na Grand C4 Picasso Intensive.

Veja abaixo a tabela de preços:

Citroën C4 Picasso Seduction: R$ 110.900

Citroën C4 Picasso Intensive: R$ 117.900

Citroën Grand C4 Picasso Seduction: R$ 120.990

Citroën Grand C4 Picasso Intensive: R$ 127.900